Ciências Humanas>>>

Filosofia

Geografia

História

Sociologia

Quer ser aprovado no vestibular? Obter sucesso no ENEM? VOCÊ ESTÁ NO LUGAR CERTO! Venha conhecer o espaço virtual construído para você!

1. a) apreciar a estética do cotidiano.   

2. 

3. d) A proliferação de imagens produzidas pela publicidade, cinema, TV e jornais estimulou uma pintura que trouxe para a tela, com a Pop Art, referências conhecidas.   
  
4. c) transforma imagens veiculadas na indústria cultural, ampliando as possibilidades de relação com a arte.   
  
5. b) fordismo – produção em série   

6. d) Apresentam um tipo de figuração própria dos meios de comunicação de massa, que, repetida inúmeras vezes, pode ser reconhecida sem ser observada.    


Quer ser aprovado no vestibular? Obter sucesso no ENEM? VOCÊ ESTÁ NO LUGAR CERTO! Venha conhecer o espaço virtual construído para você!

1. (Enem 2016) 

Colcha de retalhos representa a essência do mural e convida o público a
a) apreciar a estética do cotidiano.   
b) interagir com os elementos da composição.   
c) refletir sobre elementos do inconsciente do artista.   
d) reconhecer a estética clássica das formas.   
e) contemplar a obra por meio da movimentação física.   
  
2. (Unesp 2016) Essa nova sensibilidade artística, apesar de heterogênea, pode ser resumida através da atenção à forma e ao tema, assim como ao processo. A forma inclui cores saturadas, formas simples, contornos relativamente nítidos e supressão do espaço profundo. O tema deriva de fontes preexistentes e manufaturadas para consumo de massa.
(David McCarthy. Movimentos da arte moderna, 2002. Adaptado.) 

O comentário do historiador David McCarthy aplica-se à obra reproduzida em:

   


3. (Unicamp 2014) 

A imagem acima, obra de Andy Warhol, pertence a uma série que faz referência a outros ícones do século XX. Sobre o artista e a obra é correto afirmar que:
a) Che Guevara, Pelé e Marilyn Monroe são referências em suas áreas de atuação e foram retratados por Warhol porque o artista queria que os jovens os imitassem.   
b) O artista denunciava as ações do regime cubano, por meio da imagem de Che Guevara, ao mesmo tempo em que criticava o predomínio cultural americano, ao fazer trabalho semelhante com Marilyn Monroe.   
c) A Pop Art, na qual se insere Andy Warhol, é um movimento de valorização da cultura midiática, daí sua predileção por representantes de esquerda e de minorias, como mulheres e negros.   
d) A proliferação de imagens produzidas pela publicidade, cinema, TV e jornais estimulou uma pintura que trouxe para a tela, com a Pop Art, referências conhecidas.   
  
4. (Ufg 2013) Analise a imagem a seguir.


Andy Warhol foi um dos representantes da art pop, surgida na Inglaterra e nos Estados Unidos na década de 1950. A imagem apresentada traduz a concepção desse movimento artístico, quando
a) escolhe uma personalidade feminina para tema, associando a arte à luta do movimento feminista.   
b) apresenta um único rosto em sequência, demonstrando a singularidade dos indivíduos celebrados.  
c) transforma imagens veiculadas na indústria cultural, ampliando as possibilidades de relação com a arte.   
d) fortalece o mito do american way of life, utilizando-se de personagens icônicas.   
e) critica o padrão de beleza feminina, expondo o elitismo das produções cinematográficas.   
  
5. (Uerj 2011) Andy Warhol (1928-1987) é um artista conhecido por criações que abordaram valores da sociedade de consumo; em especial, o uso e o abuso da repetição. Esses traços estão presentes, por exemplo, na obra que retrata as latas de sopa Campbell’s, de 1962.


O modelo de desenvolvimento do capitalismo e o correspondente elemento da organização da produção industrial representados neste trabalho de Warhol estão apontados em:
a) taylorismo – produção flexível   
b) fordismo – produção em série   
c) toyotismo – fragmentação da produção   
d) neofordismo – terceirização da produção   

Leia o texto, analise as figuras e responda à questão a seguir.

A conservação de alimentos é a arte de mantê-los o mais estáveis possível em suas características físicas, químicas e biológicas. Existem vários métodos para isso, entre eles, a conservação pelo frio, a irradiação e o uso de conservantes químicos.


6. (Uel 2009)  Considerando as figuras e o universo da Arte Pop, é correto afirmar que:
a) No Brasil, Antonio Dias e Wesley Duke Lee produziam obras cujos temas eram mais ingênuos e, devido ao atraso tecnológico, não utilizavam as mesmas técnicas que os americanos.    
b) A temática da Arte Pop era inspirada em imagens futuristas europeias, pois eram utilizadas as cores primárias chapadas e o traço era duro e simplificado.    
c) Os estereótipos da pintura contemporânea, além de constituírem o universo pop, atestam a influência da visualidade oriental com seus tons saturados e temática política.    
d) Apresentam um tipo de figuração própria dos meios de comunicação de massa, que, repetida inúmeras vezes, pode ser reconhecida sem ser observada.    
e) No repertório plástico dos artistas vinculados à Arte Pop, observa-se forte carga subjetiva, traduzida pelo gesto lírico-dramático cuja influência vem do expressionismo abstrato.   
 

Quer ser aprovado no vestibular? Obter sucesso no ENEM? VOCÊ ESTÁ NO LUGAR CERTO! Venha conhecer o espaço virtual construído para você!
1. (Uel 2013) Leia o texto a seguir.
O modo de comportamento perceptivo, através do qual se prepara o esquecer e o rápido recordar da música de massas, é a desconcentração. Se os produtos normalizados e irremediavelmente semelhantes entre si, exceto certas particularidades surpreendentes, não permitem uma audição concentrada, sem se tornarem insuportáveis para os ouvintes, estes, por sua vez, já não são absolutamente capazes de uma audição concentrada. Não conseguem manter a tensão de uma concentração atenta, e por isso se entregam resignadamente àquilo que acontece e flui acima deles, e com o qual fazem amizade somente porque já o ouvem sem atenção excessiva.
(ADORNO, T. W. O fetichismo na música e a regressão da audição. In: Adorno et all. Textos escolhidos. São Paulo: Abril Cultural, 1978, p.190. Coleção Os Pensadores.)

As redes sociais têm divulgado músicas de fácil memorização e com forte apelo à cultura de massa.
A respeito do tema da regressão da audição na Indústria Cultural e da relação entre arte e sociedade em Adorno, assinale a alternativa correta.a) A impossibilidade de uma audição concentrada e de uma concentração atenta relaciona-se ao fato de que a música tornou-se um produto de consumo, encobrindo seu poder crítico.
b) A música representa um domínio particular, quase autônomo, das produções sociais, pois se baseia no livre jogo da imaginação, o que impossibilita estabelecer um vínculo entre arte e sociedade.
c) A música de massa caracteriza-se pela capacidade de manifestar criticamente conteúdos racionais expressos no modo típico do comportamento perceptivo inato às massas.
d) A tensão resultante da concentração requerida para a apreciação da música é uma exigência extramusical, pois nossa sensibilidade é naturalmente mais próxima da desconcentração.
e) Audição concentrada significa a capacidade de apreender e de repetir os elementos que constituem a música, sendo a facilidade da repetição o que concede poder crítico à música.

2. (Uel 2011) Leia o texto a seguir.
Francis Bacon, em sua obra Nova Atlântida, imagina uma utopia tecnocrática na qual o sofrimento humano poderia ser removido pelo desenvolvimento e pelo aperfeiçoamento do conhecimento científico, o qual permitiria uma crescente dominação da natureza e um suposto afastamento do mito. Na obra Dialética do Esclarecimento, Adorno e Horkheimer defendem que o projeto iluminista de afastamento do mito foi convertido, ele próprio, em mito, caindo no dogmatismo e em numa forma de mitologia. O progresso técnico-científico consiste, para Adorno e Horkeheimer, no avanço crescente da racionalidade instrumental, a qual é incapaz de frear iniciativas que afrontam a moral, como foram, por exemplo, os campos de concentração nazistas.

Com base no texto e nos conhecimentos sobre o desenvolvimento técnico-científico, é correto afirmar:
a) Bacon pensava que o incremento da racionalidade instrumental aliviaria as causas do sofrimento humano, apesar de a razão, a longo prazo, sucumbir novamente ao mito.
b) Adorno e Horkheimer concordavam que o progresso científico não consegue superar o mito, mas se torna um tipo de concepção mítica incapaz de discriminar o que é certo do que é errado moralmente.
c) Adorno e Horkheimer sustentavam que o crescente avanço da racionalidade instrumental consistia num incremento da capacidade humana de avaliar moralmente.
d) Bacon apontava que o aumento da capacidade de domínio do homem sobre a natureza conduziria os seres humanos a uma forma de dogmatismo.
e) Tanto Adorno e Horkheimer quanto Bacon viam o progresso técnico e científico como a solução para os sofrimentos humanos e para as incertezas morais humanas.

3. (Uel 2010) Leia o texto de Adorno a seguir.
Se as duas esferas da música se movem na unidade da sua contradição recíproca, a linha de demarcação que as separa é variável. A produção musical avançada se independentizou do consumo. O resto da música séria é submetido à lei do consumo, pelo preço de seu conteúdo. Ouve-se tal música séria como se consome uma mercadoria adquirida no mercado. Carecem totalmente de significado real as distinções entre a audição da música “clássica” oficial e da música ligeira.
(ADORNO, T. W. O fetichismo na música e a regressão da audição. In: BENJAMIN, W. et all. Textos escolhidos. 2. ed. São Paulo: Abril Cultural, 1987. p. 84.)

Com base no texto e nos conhecimentos sobre o pensamento de Adorno, é correto afirmar:
a) A música séria e a música ligeira são essencialmente críticas à sociedade de consumo e à indústria cultural.
b) Ao se tornarem autônomas e independentes do consumo, a música séria e a música ligeira passam a realçar o seu valor de uso em detrimento do valor de troca.
c) A indústria cultural acabou preparando a sua própria autorreflexividade ao transformar a música ligeira e a séria em mercadorias.
d) Tanto a música séria quanto a ligeira foram transformadas em mercadoria com o avanço da produção industrial.
e) As esferas da música séria e da ligeira são separadas e nada possuem em comum.

4. (Uel 2009) Com base no pensamento estético de Adorno e Benjamin, considere as afirmativas a seguir.
I. Apesar de terem o mesmo ponto de partida, a saber, a análise crítica das técnicas de reprodução, Adorno e Benjamin chegam a conclusões distintas. Adorno entende que a reprodutibilidade das obras de arte é algo negativo, pois transforma esta última em mercadoria; para Benjamin, apesar de a reprodutibilidade ter aspectos negativos, uma forma de arte como o cinema pode ser usada potencialmente em favor da classe operária.

II. Para Adorno, o discurso revolucionário na arte torna esta forma de expressão humana instrumentalista, e isto significa abolir a própria arte. Por seu turno, Benjamin considerava que os novos meios de comunicação não deveriam ser substituídos, mas sim transformados ou subvertidos segundo os interesses da comunicação burguesa.

III. Para Adorno, a noção de aura na obra de arte preservava a consciência de que a realidade poderia ser melhor, mas o processo de massificação da arte dissolveu tal noção e, com ela, a dimensão critica da arte. Para Benjamin, a perda da aura destruiu a unicidade e a singularidade da obra de arte, que perde o seu valor de culto e se torna acessível.

IV. Adorno vê positivamente a reprodutibilidade da arte, já que a obra de arte se transforma em mercadoria padronizada que possibilita a todos o acesso e o desenvolvimento do gosto estético autônomo; para Benjamin, a reprodução tem como dimensão negativa essencial o fato de impossibilitar às massas o acesso às obras.

Assinale a alternativa correta.
a) Somente as afirmativas I e II são corretas.
b) Somente as afirmativas I e III são corretas.
c) Somente as afirmativas II e IV são corretas.
d) Somente as afirmativas I, III e IV são corretas.
e) Somente as afirmativas II, III e IV são corretas.

5. (Ufpa 2008) Desde Platão se discute a função sociocultural da arte, o que confere à sua autonomia uma certa relatividade. Recentemente, com a Escola de Frankfurt, cunhou-se para a determinação social da arte termos como “indústria cultural” e “cultura de massa”, porque, como diz Theodor Adorno, no regime econômico capitalista sacrifica-se “o que fazia a diferença entre a lógica da obra [de arte] e a do sistema social.” Com relação à interpretação de Adorno sobre a função social da arte no regime capitalista, considere as afirmativas abaixo:

I. Na sociedade capitalista, o desenvolvimento técnico-industrial conduziu à padronização do gosto em beneficio do mercado.

II. Não há gozo da arte, na sociedade liberal, se a criação for massificada.

III. Ao sacrificar a lógica da obra às determinações do sistema, o artista está garantindo não só seu lucro como a própria sobrevivência da arte, já que a nossa economia é capitalista.

IV. Com a indústria cultural, ocorre a perda completa da ideia de autonomia da arte.

V. Adorno não concorda com Platão quanto à ideia de que a experiência estética, como acontece hoje em dia, necessita de um nexo funcional para cumprir seu papel na vida social e política do homem.

Estão corretas as afirmativas:
a) I e II
b) II e V
c) I e IV
d) II, III, V
e) I, III, IV e V

6. (Uel 2008) Leia o texto a seguir.
O saber que é poder não conhece nenhuma barreira, nem na escravização da criatura, nem na complacência em face dos senhores do mundo. Do mesmo modo que está a serviço de todos os fins da economia burguesa na fábrica e no campo de batalha, assim também está à disposição dos empresários, não importa sua origem.
(ADORNO, T. W. & HORKHEIMER, M. Dialética do esclarecimento: fragmentos filosóficos. Tradução de Guido Antonio de Almeida. Rio de Janeiro: Zahar, 1991. p. 20.)

Com base no texto e no conhecimento dos conceitos de esclarecimento e racionalidade instrumental em Adorno e Horkheimer sobre o referido saber, é correto afirmar:
a) Seu conteúdo é racional por si mesmo e de natureza crítico-reflexiva.
b) É principalmente técnico e carente de conteúdo racional por si mesmo.
c) Tem uma dimensão reflexiva e seus objetivos são racionais por si mesmos.
d) É caracterizado por forças sobrenaturais indomáveis que animam tudo.
e) Estabelece limites para o domínio nas relações socioeconômicas.

7. (Uel 2008) Sobre a “indústria cultural”, segundo Adorno e Horkheimer, é correto afirmar:
a) Desenvolve o senso crítico e a autonomia de seus consumidores.
b) Reproduz bens culturais que brotam espontaneamente das massas.
c) O valor de troca é substituído pelo valor de uso na recepção da arte.
d) Padroniza e nivela a subjetividade e o gosto de seus consumidores.
e) Promove a imaginação e a espontaneidade de seus consumidores.

8. (Uel 2006)
“O que os homens querem aprender da natureza é como aplicá-la para dominar completamente sobre ela e sobre os homens. Fora isso, nada conta. [...] O que importa não é aquela satisfação que os homens chamam de verdade, o que importa é a operation, o procedimento eficaz. [...] A partir de agora, a matéria deverá finalmente ser dominada, sem apelo a forças ilusórias que a governem ou que nela habitem, sem apelo a propriedades ocultas. O que não se ajusta às medidas da calculabilidade e da utilidade é suspeito para o iluminismo [...] O iluminismo se relaciona com as coisas assim como o ditador se relaciona com os homens. Ele os conhece, na medida em que os pode manipular. O homem de ciência conhece as coisas, na medida em que as pode produzir.”
(ADORNO, Theodor; HORKHEIMER, Max. Conceito de Iluminismo. Trad. Zeljko Loparic e Andréa M. A . C. Loparic. 2. ed. São Paulo: Victor Civita, 1983. p. 90-93.)

Com base no texto e nos conhecimentos sobre a racionalidade instrumental em Adorno e Horkheimer, é correto afirmar:
a) A razão iluminista proporcionou ao homem a saída da menoridade da qual ele era culpado e permitiu o pleno uso da razão, dispensando a necessidade de tutores para guiar as suas ações.
b) O procedimento eficaz, aplicado segundo as regras da calculabilidade e da utilidade, está desvinculado da esfera das relações humanas, pois sua lógica se restringe aos objetos da natureza.
c) A racionalidade instrumental gera de forma equânime conforto e bem estar para as pessoas na esfera privada e confere um maior grau de liberdade na esfera social.
d) A visão dos autores sobre a racionalidade instrumental guarda um reconhecimento positivo para setores específicos da alta tecnologia, sobretudo aqueles vinculados à informática.
e) Contrariando a tese do projeto iluminista que opõe mito e iluminismo, os autores entendem que há uma dialética entre essas duas dimensões que resulta no domínio perpetrado pela razão instrumental.

9. (Uel 2005)
“A indústria cultural não cessa de lograr seus consumidores quanto àquilo que está continuamente a lhes prometer. A promissória sobre o prazer, emitida pelo enredo e pela encenação, é prorrogada indefinidamente: maldosamente, a promessa a que afinal se reduz o espetáculo significa que jamais chegaremos à coisa mesma, que o convidado deve se contentar com a leitura do cardápio. [...] Cada espetáculo da indústria cultural vem mais uma vez aplicar e demonstrar de maneira inequívoca a renúncia permanente que a civilização impõe às pessoas. Oferecer-lhes algo e ao mesmo tempo privá-las disso é a mesma coisa”.
(ADORNO, Theodor; HORKHEIMER, Max. Dialética do esclarecimento. Trad. de Guido Antônio de Almeida. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1997. p. 130-132.)
Com base no texto e nos conhecimentos sobre indústria cultural em Adorno e Horkheimer, é correto afirmar:
a) A indústria cultural limita-se a atender aos desejos que surgem espontaneamente da massa de consumidores, satisfazendo as aspirações conscientes de indivíduos autônomos e livres que escolhem o que querem.
b) A indústria cultural tem um desempenho pouco expressivo na produção dos desejos e necessidades dos indivíduos, mas ela é eficiente no sentido de que traz a satisfação destes desejos e necessidades.
c) A indústria cultural planeja seus produtos determinando o que os consumidores desejam de acordo com critérios mercadológicos. Para atingir seus objetivos comerciais, ela cria o desejo, mas, ao mesmo tempo, o indivíduo é privado do acesso ao prazer e à satisfação prometidos.
d) O entretenimento que veículos como o rádio, o cinema e as revistas proporcionam ao público não pode ser entendido como forma de exploração dos bens culturais, já que a cultura está situada fora desses canais.
e) A produção em série de bens culturais padronizados permite que a obra de arte preserve a sua capacidade de ser o suporte de manifestação e realização do desejo: a cada nova cópia, a crítica se renova.

10. (Uel 2005)
“A diversão é o prolongamento do trabalho sob o capitalismo tardio. Ela é procurada por quem quer escapar ao processo de trabalho mecanizado, para se pôr de novo em condições de enfrentá-lo. Mas, ao mesmo tempo, a mecanização atingiu um tal poderio sobre a pessoa em seu lazer e sobre a sua felicidade, ela determina tão profundamente a fabricação das mercadorias destinadas à diversão, que esta pessoa não pode mais perceber outra coisa senão as cópias que reproduzem o próprio processo de trabalho”.

(ADORNO, Theodor; HORKHEIMER, Max. Dialética do esclarecimento. Trad. de Guido Antônio de Almeida. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1997. p.128.)

Com base no texto e nos conhecimentos sobre trabalho e lazer no capitalismo tardio, em Adorno e Horkheimer, é correto afirmar:
a) Há um círculo vicioso que envolve o processo de trabalho e os momentos de lazer. Com o objetivo de fugir do trabalho mecanizado e repor as forças, o indivíduo busca refúgio no lazer, porém o lazer se estrutura com base na mesma lógica mecanizada do trabalho.
b) Apesar de se apresentarem como duas dimensões de um mesmo processo, lazer e trabalho se diferenciam no capitalismo tardio, na medida em que o primeiro é o espaço do desenvolvimento das potencialidades individuais, a exemplo da reflexão.
c) Mesmo sendo produzidas de acordo com um esquema mercadológico que fabrica cópias em ritmo industrial, as mercadorias acessadas nos momentos de lazer proporcionam ao indivíduo plena diversão e cultura. 
d) Tanto o trabalho quanto o lazer preservam a autonomia do indivíduo, mesmo nos processos de mecanização que caracterizam a fabricação de mercadorias no capitalismo tardio.
e) As atividades de lazer no capitalismo tardio, como o cinema e a televisão, são caminhos para a politização e aquisição de cultura pelas massas, aproximando-as das verdadeiras obras de arte.

Quer ser aprovado no vestibular? Obter sucesso no ENEM? VOCÊ ESTÁ NO LUGAR CERTO! Venha conhecer o espaço virtual construído para você!
1. (Unifesp 2016) 
Assinale a alternativa que preenche, correta e respectivamente, as lacunas da tira.
a) Por que – à – a – porquê   
b) Porquê – a – a – por que   
c) Por que – à – à – porque   
d) Por quê – à – à – porque   
e) Por quê – a – a – porque   
  
2. (IFBA 2016) A imagem a seguir representa um cartaz retirado de um ambiente virtual. Em relação ao uso do acento indicativo de crase, a frase presente na imagem está:
a) correta, tal como em “Ele caminhava à passo firme”.   
b) incorreta, tal como em “Encontraram-se às 18 horas”.   
c) incorreta, tal como em “Esta é a escola à qual se referiram”.   
d) correta, tal como em “Fui àquela praça, mas não o encontrei”.   
e) incorreta, tal como em “Dirigiu-se ao local disposto à falar com o delegado”.   
  
3. (Pucpr 2015) DNA EM PROMOÇÃO

Sequenciamento sem médico vendido por US$99 nos EUA é proibido.

Até o ano passado, quando teve seu serviço suspenso pela agência que regula medicamentos nos EUA (FDA), a 23andMe cobrava US$99 por um teste de DNA. _____ empresa não deu provas suficientes de que fornecia resultados confiáveis, principalmente quando se tratava de doenças causadas por mutações em mais de um gene. Comandada por Anne Wojcicki, ex-mulher do cofundador do Google, Sergey Brin, a 23andMe defende tese parecida com _____ de Khan*: a de que os consumidores têm o direito _____ informação sobre seu próprio DNA. Feito por mais de 500 mil pessoas, o exame da companhia analisava o DNA de uma amostra de saliva e informava se elas têm risco de desenvolver doenças como os cânceres de ovário, de mama e de intestino, por exemplo. A FDA alegou que um falso positivo poderia levar uma consumidora _____ fazer uma mastectomia desnecessária. “Pense no efeito de saber que você tem propensão _____ uma doença grave, ou sem cura, e não poder fazer nada para evitá-la”, diz Mayana Zatz. “É como uma bomba relógio cujo prazo para explodir não pode ser previsto nem interrompido.”

*Razib Khan é um pesquisador norte-americano que mapeou o código genético de seu filho antes de este vir ao mundo.
Disponível em: <http://revistagalileu.globo.com>. Acesso em: 30/08/2014

Com relação ao uso do acento grave, completa CORRETAMENTE as lacunas a opção:
a) A – a – a – a – a.   
b) À – a – a – à – à.   
c) A – à – à – a – à.   
d) À – à – à – à – a.   
e) A – a – à – a – a.   
 
4. (Ifsp 2014) A jabuticaba só nasce mesmo no Brasil? 

Em seu discurso de agradecimento pelo prêmio de Economista do ano em 2003, Pérsio Arida, um dos idealizadores do Plano Real, utilizou um argumento inusitado para justificar a taxa de juros de equilíbrio de 8% ao ano no Brasil. “Certas coisas são iguais à jabuticaba, só ocorrem no Brasil”, explicou ele na época. Rapidamente, jornalistas e intelectuais passaram a citar a frase como parte da chamada “Teoria da Jabuticaba”, com o objetivo de explicar em seus textos o porquê de alguns fenômenos só acontecerem no Brasil.

Se nas Ciências Humanas a tal teoria parece fazer sucesso, do ponto de vista biológico ela está equivocada. Quem garante isso é o pesquisador da APT (Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios) Eduardo Suguino que tratou de derrubar alguns mitos sobre a ocorrência do famoso fruto. “A jabuticaba pode até ser nativa do Brasil, mas não ocorre só aqui”, explicou. “Ela já apareceu em países como Argentina e México em sua forma natural”.

Ainda de acordo com Suguino, a jabuticabeira pode ser cultivada em qualquer canto do planeta. Como se trata de uma planta propagada por semente, são necessárias apenas três condições para que ela se desenvolva: água, oxigênio e calor. Mesmo assim, ele faz questão de ponderar sobre a suposta universalidade do tradicional vegetal. “Apesar de possuir essa capacidade de ser cultivada em qualquer lugar, a jabuticabeira pode ser prejudicada por alguns fatores ambientais”, afirma. Depois, o pesquisador ainda forneceu exemplos de casos em que o vegetal pode sofrer danos. “Se levar um exemplar para a Europa durante o inverno, ele dificilmente sobreviverá fora de um vaso ou de ambiente protegido”. 
(Disponível em http:// www.blogdoscuriosos.com.br . Acesso em 19.10.2013. Adaptado)

 Assinale a alternativa correta de acordo com a norma padrão:
a) À partir de Dezembro, inicia-se o plantio de jabuticabas.
b) Os cientistas enviaram à elas as jabuticabeiras doentes.
c) Daqui à dez dias, os alunos plantarão uma árvore.
d) Alguns intelectuais fizeram referência à Teoria da Jabuticaba.  
e) No dia à dia, é raro avistar um pé de jabuticabas.

5. (Unifesp 2013) O Hatha yoga pradipika, sagrada escritura do hatha yoga, escrita no século 15 da era atual, diz que, antes de nos aventurarmos na prática de austeridade e códigos morais, devemos nos preparar. Autocontrole e disciplina sem preparação adequada __________ criar mais problemas mentais e de personalidade do que paz de espírito. A beleza dessa escritura é que ela resolve o grande problema que todo iniciante enfrenta: dominar a mente.

Devido __________ abordagem corporal, o hatha yoga ficou conhecido – de modo equivocado – como uma categoria de ioga __________ trabalha apenas as valências físicas (força, flexibilidade, resistência, equilíbrio e outras), quase como ginástica oriental. Isso não é verdade.
(Ciência Hoje, julho de 2012. Adaptado.)

De acordo com a norma-padrão da língua portuguesa, as lacunas do texto devem ser preenchidas, respectivamente, com
a) pode – a essa – aonde.
b) podem – a essa – que.  
c) pode – à essa – o qual.
d) podem – essa – com que.
e) pode – essa – onde.

6. (Espcex (Aman) 2013) Assinale a alternativa que completa corretamente as lacunas da frase abaixo.

Quando se aproximava ___ tarde, logo depois do almoço, ___ moça largava ___ roupas secando, para, ___ cinco, voltar com o ombro entulhado, ___ casa, direto ___ engoma ___ ferro de carvão.
a) a – a – às – as – a – à – à
b) à – à – às – as – à – a – à
c) a – a – as – às – a – à – à
d) à – à – as – às – à – a – a
e) a – a – as – às – a – à – a     

7. (Ifsc 2012) Quanto ao emprego do acento indicativo de crase, assinale a alternativa CORRETA.
a) Não gostava de fazer os deveres de casa às pressas.  
b) Os bois eram mortos à marretadas.
c) Trabalho de segunda à sexta-feira.
d) Convenceu a amiga à comprar um vestido pavoroso.
e) O remédio deveria ser ministrado gota à gota.

8. (Ifsp 2011) Assinale a alternativa que preenche, correta e respectivamente, a frase a seguir.
Os interessados em adotar crianças têm de recorrer _____ orientações do Juizado de Menores e se sujeitar ____ uma espera muitas vezes longa, o que, apesar de tudo, não desanima _____ maioria.
a) às ... a ... a  
b) às ... à ... a
c) às ... à ... à
d) as ... a ... à
e) as ... à ... à

9. (Uftm 2011) Analise as frases.

I. Ontem, fui até a escola para visitar velhos amigos.
Ontem, fui até à escola para visitar velhos amigos.

II. Ontem, passei a noite na casa da minha prima.
Ontem, passei à noite na casa da minha prima.

III. Ontem, entreguei o relatório a minha supervisora.
Ontem, entreguei o relatório à minha supervisora.

Dentre os pares de frases apresentados, a estrutura frasal em que se verifica alteração de sentido da segunda frase em relação à primeira está contida em
a) I, apenas.
b) II, apenas.  
c) I e III, apenas.
d) II e III, apenas.
e) I, II e III.

10. (Cps 2012) Juliana, seu namorado Ricardo e mais alguns amigos do curso de gastronomia que ela frequenta alugaram uma casa de praia para passar as férias de verão. Durante o café da manhã, enquanto todos estavam sentados _________ mesa, Juliana percebeu que Ricardo não se servia dos diversos tipos de queijo que ela havia levado.

— Escolhi com muito capricho esses queijos, você não os experimenta _________?— _________, infelizmente, tenho intolerância à lactose, portanto devo evitar alguns alimentos.— Sorte sua não ser um apaixonado por gastronomia!

Assinale a alternativa cujas palavras completam, correta e respectivamente, o texto a seguir.
a) à – por quê – Porque
b) à – por que – Por que
c) à – porque – Por que
d) na – por quê – Porque
e) na – por que – Porque

11. (Enem 2ª aplicação 2010) 
O cartaz de Ziraldo faz parte de uma campanha contra o uso de drogas. Essa abordagem, que se diferencia das de outras campanhas, pode ser identificada
a) pela seleção do público alvo da campanha, representado, no cartaz, pelo casal de jovens.
b) pela escolha temática do cartaz, cujo texto configura uma ordem aos usuários e não usuários: diga não às drogas.
c) pela ausência intencional do acento grave, que constrói a ideia de que não é a droga que faz a cabeça do jovem.
d) pelo uso da ironia, na oposição imposta entre a seriedade do tema e a ambiência amena que envolve a cena.
e) pela criação de um texto de sátira à postura dos jovens, que não possuem autonomia para seguir seus caminhos.

 
Quer ser aprovado no vestibular? Obter sucesso no ENEM? VOCÊ ESTÁ NO LUGAR CERTO! Venha conhecer o espaço virtual construído para você!
1. (CPS 2016) A mineração é o ato de extrair minerais existentes nas rochas e/ou nos solos. É uma atividade econômica que tem importância significativa para muitos países. O principal minério exportado pelo Brasil é o de ferro. A formação desse minério esta relacionada com as lentas transformações geológicas da Terra e ele é encontrado na natureza na forma de rochas, misturado com outros compostos. Por meio de diversos processos, esse minério é beneficiado para poder ser comercializado.


No Brasil, a extração do minério de ferro ocorre principalmente em
a) bacias sedimentares recentes.   
b) dobramentos modernos.   
c) depressões absolutas.   
d) escudos cristalinos.   
e) planícies costeiras.   
  
2. (Ufsm 2015) Observe as figuras:
 
Marque verdadeira (V) ou falsa (F) nas sentenças. 
(  ) Quanto maior a variação da maré, maior será a quantidade de sal decantado nos concentradores após o processo de evaporação.
(    ) O sal, cujas áreas de extração localizam-se à grandes distâncias dos locais de consumo desse mineral pela população, torna-se, devido aos custos com transporte, um produto muito caro para a maioria da população.
(   ) O sal in natura não é distribuído ao mercado consumidor, pois passa por processo de refino até chegar à mesa da população.

A sequência correta é
a) V − F − F.   
b) F − F − V.   
c) V − F − V.   
d) F − V − V.   
e) F − V − F.   

3. (Mackenzie 2014) “EUA descobrem reservas minerais de R$ 1 trilhão no Afeganistão, diz NYT”.

CABUL - O Afeganistão tem aproximadamente US$ 1 trilhão em reservas minerais, de acordo com uma pesquisa dos Estados Unidos, mas os analistas duvidam que o país destruído pela guerra possa gerenciar as potenciais reservas. O States Geological Survey (USGS) disse, em um relatório final, que encontrou reservas de lítio, ferro, ouro, nióbio, cobalto e outros minerais no país, relatou o jornal New York Times. O ministério de Minas e Indústrias do Afeganistão afirmou que os recursos naturais representarão um “papel magnífico” no crescimento econômico do país.
“As últimas cinco décadas mostraram que toda vez que ocorre uma nova pesquisa, ela mostra que as nossas reservas naturais são muito maiores do que tinha sido previsto anteriormente”, declarou Jawad Omar, porta-voz do ministério. 
Clarissa Mangueira, Agência Estado, 14/06/2010

Com base no texto e no cenário atual do Afeganistão, considere as afirmações a seguir.

I. O país tem se beneficiado pouco de suas jazidas minerais por seu envolvimento em conflitos por três décadas. Hoje enfrenta uma insurgência islâmica liderada pelo Taliban.
II. Estima-se que os depósitos potenciais de lítio encontrados no país são tão grandes quanto os da Bolívia, que atualmente detêm a maior reserva conhecida no mundo do metal leve.
III. O nióbio é um metal macio e possui variadas aplicações como em soldas elétricas, fabricação de tubos condutores de água e petróleo para longas distâncias, resistente à corrosão e à temperaturas elevadas.

Assinale a alternativa correta.
a) Apenas a afirmação I está correta.   
b) Apenas as afirmações I e II estão corretas.   
c) Apenas as afirmações I e III estão corretas.   
d) Apenas as afirmações II e III estão corretas.   
e) As afirmações I, II e III estão corretas.   
  
4. (Fgv 2014) Analise a figura a seguir.
Os fluxos na figura identificam a circulação de um produto entre as áreas vendedoras e as compradoras.
Assinale a alternativa que identifica corretamente um dos fluxos numerados.
a) 1 – O carvão mineral da Rússia e dos países da CEI, principais produtores mundiais, é vendido para a Europa e a Ásia.   
b) 2 – A água virtual, commodity valorizada no mercado mundial, é comercializada da América do Sul para os Estados Unidos.   
c) 3 – O petróleo é vendido por um grande número de fornecedores de vários continentes para os Estados Unidos, grande consumidor mundial.   
d) 4 – Os minérios radioativos são vendidos pelos países do Sul para as centrais nucleares de países desenvolvidos.   
e) 5 – O xisto betuminoso e o gás natural são vendidos pelos países do norte da África para a Europa ocidental.   

5. (Fuvest 2011) Atualmente, grandes jazidas de diamantes, localizadas em diversos países africanos, abastecem o luxuoso mercado mundial de joias. O diamante é uma forma cristalina do carbono elementar constituída por uma estrutura tridimensional rígida e com ligações covalentes. É um mineral precioso devido a sua dureza, durabilidade, transparência, alto índice de refração e raridade. 
Analise as afirmações abaixo: 
I. O diamante e a grafite são formas alotrópicas de carbono com propriedades físicas e químicas muito similares. Apesar disso, o diamante é uma das pedras preciosas mais valiosas existentes e, a grafite, não. 
II. A partir do cartaz acima, é possível inferir a associação entre a extração de diamantes na África e o comércio internacional de armas, que abastece grupos rivais envolvidos nas guerras civis desse continente. 
III. O cartaz denuncia a vinculação dos países africanos islâmicos com o terrorismo internacional e o seu financiamento por meio do lucrativo comércio mundial de diamantes e pedras preciosas. 

Está correto o que se afirma apenas em 
a) I e II. 
b) I e III. 
c) II. 
d) II e III. 
e) III. 

6. (FGV) Dentre os países do Oriente Médio assinalados no mapa, indique os nomes e a localização correta somente dos países não exportadores de petróleo e não pertencentes à OPEP.

a) I. Líbano, II. Israel e III. Síria.
b) I. Israel, III. Jordânia e IV. Iraque.
c) II. Síria, III. Jordânia e IV. Kuwait.
d) III. Líbano, IV. Iraque e V. Kuwait.
e) III. Síria, IV Iraque e V. Kuwait.

7. A área destacada no mapa da Itália corresponde:
a) ao chamado "mezzogiorno", porção menos desenvolvida.
b) à Planície do Pó, principal área agrícola.
c) à principal área produtora de azeitonas e pecuária ovina.
d) à principal zona produtora de carvão e petróleo.
e) à principal área industrial.

8. (Enem 2006) Em certas regiões litorâneas, o sal é obtido da água do mar pelo processo de cristalização por evaporação. Para o desenvolvimento dessa atividade, é mais adequado um local 
a) plano, com alta pluviosidade e pouco vento. 
b) plano, com baixa pluviosidade e muito vento. 
c) plano, com baixa pluviosidade e pouco vento. 
d) montanhoso, com alta pluviosidade e muito vento. 
e) montanhoso, com baixa pluviosidade e pouco vento. 

9. (Uff 2002) A África é um dos continentes mais afetados pela pobreza, guerras e conflitos étnicos. Acrescenta-se, ainda, à dramática realidade africana, a proliferação de doenças, entre elas, a AIDS, que já atinge cerca de 25 milhões de africanos (70% do total mundial dos soropositivos, segundo as informações da OMS). Para muitos autores a África representa uma "periferia abandonada" ou, até mesmo, "desconectada" do capitalismo globalizado. 
Entretanto, nesse continente, observa-se a presença de "periferias exploradas" que, em função dos seus recursos naturais estratégicos, atendem aos interesses das empresas globais; esse processo mantém, no século XXI, formas históricas de exploração do colonizado pelo colonizador. 
Dentre os recursos estratégicos das "periferias exploradas" da África, merecem destaque: 
a) os diamantes na África do Sul e o petróleo na Argélia e na Nigéria 
b) o urânio e o ferro em Uganda e Angola 
c) a bauxita e o alumínio na Somália e no Zaire 
d) o cobre na Líbia e o estanho na Tunísia e em Benin 
e) o carvão no Egito e o silício na Costa do Marfim 

10. (Fgv 2001) Observe com atenção o seguinte mapa: 
Assinale a alternativa que identifica corretamente o recurso mineral destacado no mapa e a explicação a ele relacionada. 
a) Carvão: na Primeira Revolução Industrial, a localização das indústrias era determinada pela presença das reservas carboníferas. 
b) Urânio: a maior desvantagem da energia obtida a partir dele é o risco de vazamento do material radioativo das usinas. 
c) Estanho: ainda hoje contribui positivamente na balança comercial da Rússia. 
d) Urânio: a nova tecnologia, que elimina os resíduos nucleares, evitou um grave acidente em Tokaimura (Japão). 
e) Carvão: apesar de ser um recurso natural não-renovável, suas reservas ainda suprem as usinas termelétricas dos países assinalados. 

11. (Fatec 1998) A produção de aço nos países desenvolvidos depende da exploração de minérios de ferro do mundo inteiro. 
Isso ocorre porque 
a) os países desenvolvidos do hemisfério norte não possuem minério de ferro em seu subsolo. 
b) os países altamente industrializados consomem muito aço, sendo insuficiente sua produção de minério de ferro. 
c) a China, país comunista, é a mais rica em ferro, mas não mantém relações comerciais com os países do mundo ocidental. 
d) os países mais pobres do mundo apresentam rochas com maior teor de ferro do que os altamente industrializados. 
e) os países grandes produtores de aço importam de outras partes do Globo minério de alto teor de ferro mas de preço elevado. 

12. (Puccamp 1997) Esta questão está relacionada aos versos apresentados a seguir. 

"... Quando chegam de Nova York 
as vanguardas imperiais, 
engenheiros, calculistas, 
agrimensores, peritos, 
e medem terra conquistada, 
estanho, petróleo, bananas, 
nitrato, cobre, manganês, 
açúcar, ferro, borracha, terra, 
adianta-se um anão obscuro, 
com um sorriso amarelo, 
e aconselha com suavidade 
aos invasores recentes: 


Não é preciso pagar tanto 
a estes nativos, seria 
um crime, meus senhores, elevar 
estes salários. Nem convém. 
Estes pobres diabos, estes mestiços, 
iriam só embriagar-se 
com tanto dinheiro. Pelo amor de Deus!
São uns primitivos, quase umas feras, conheço esta cambada. 
Não paguem tanto dinheiro." 
(Pablo Neruda, IN "Canto Geral")

Os versos escritos, na década de 40, pelo poeta chileno demonstram 
a) o elevado grau de exploração a que foram submetidos os recursos naturais e a mão de obra latino-americanos. 
b) a forte associação entre os grupos nacionais e internacionais na pesquisa e exploração dos recursos naturais dos países latino-americanos. 
c) uma situação particular da América Latina que não pode ser transposta para outras áreas do mundo. 
d) uma realidade vivida pelos países andinos mas que não foi conhecida nem nos países Platinos, nem no Brasil. 
e) o início das desigualdades regionais na América Latina, pois os países que sofrem diretamente algum tipo de exploração estrangeira permanecem subdesenvolvidos. 

13. (Udesc 2012) A extração de minérios pesa na economia de vários países da América do Sul. Assinale a alternativa que apresenta os maiores produtores de ferro da América Latina. 
a) Bolívia e Argentina. 
b) Colômbia e Equador. 
c) Brasil e Venezuela. 
d) Argentina e Peru. 
e) Brasil e Uruguai 

14. (Fgv 2012) Sobre os minerais conhecidos como “terras raras” e a polêmica envolvendo o seu comércio internacional, assinale a alternativa correta: 
a) A China detém a totalidade das reservas mundiais de “terras raras”, o que explica o controle que o país exerce sobre os preços internacionais desses minerais. 
b) As “terras raras” são essenciais para a economia chinesa, já que são capazes de elevar a produtividade dos solos agrícolas. 
c) Para alavancar a venda de “terras raras” no mercado mundial, a China vem praticando preços artificialmente baixos, que desconsideram os enormes impactos ambientais da produção. 
d) A disponibilidade de “terras raras” e os entraves à sua exportação tendem a ampliar a vantagem competitiva da China em alguns setores produtivos. 
e) No estágio tecnológico atual, as “terras raras” não podem ser utilizadas nos processos industriais.