Você sabia que existem os "super leitores"?
São pessoas com um talento nato ou que possuem técnicas para ler mais rápido do que a normalidade.
O fato que chamou bastante atenção da mídia foi de uma bibliotecária americana que conseguia ler uma marca de seis livros por dia. Existem outras pessoas que conseguem ler um livro a cada dois dias. Nessa velocidade, muitos batem recordes que para a maioria das pessoas, seria impossível.
Será que existe algum segredo ou estratégia para conseguir atingir essas marcas impressionantes?
As pesquisas apontam que pessoas que possuem o hábito aguçado para leitura conseguem ler facilmente entre 200 a 400 palavras por minuto e compreendem absolutamente tudo.
Se você quer fazer parte desse grupo de pessoas, conheça a seguir algumas técnicas para ler mais rápido:

Tenha o hábito de ler muito
De acordo com os especialistas, as pessoas que conseguem ler rápido são aquelas que tem o hábito de ler sobre assuntos variados. É bem verdade que algumas já nasceram com essa facilidade do processamento da informação, entretanto, outras, treinam muito para se superar.
Basicamente, acelerar a forma como se lê precisa de prática, para isso é importante aprender mais sobre um determinado assunto, quanto mais souber, mais rápido conseguirá assimilar as palavras.
Além disso, é importante buscar assuntos com um grau de dificuldade mais elevado, onde aprenderá novas palavras para ampliar o vocabulário.

Melhorar a visão periférica
A maioria das pessoas que não possuem habilidades na leitura usam o foco central da visão, isso pode reduzir em até 50% a quantidade de palavras percebidas, pois os olhares estão focados em um só lugar.
O uso da visão periférica promove amplitude na quantidade de palavras lidas em cada fixação, é como se fosse um apanhado geral, os olhos andam entre as palavras rapidamente.

Faça menos movimentos com os olhos
Os olhos se movem de acordo com o comprimento e familiaridade nas próximas palavras, o responsável por isso é o cérebro.
Você precisa treinar o movimento dos olhos para que se movam em direção a outras partes da página. Essa técnica é usada quando o conteúdo é muito denso e não há muita relevância, acredite, isso acontece até em bons livros.
O objetivo é passar os olhos no texto para ver se encontra algo que lhe interessa, pode ser uma parte em destaque, negritada ou frases que chamem a atenção, quando achar, é ideal reduzir o ritmo da leitura para melhor compreensão.

Não fale enquanto lê
Emitir algum tipo de som enquanto lê é prejudicial ao entendimento do texto e a velocidade da leitura, isso ocorre porque a fala é mais lenta do que a visão, por isso, ela interfere na leitura rápida.
Se você não consegue ficar de boca fechada enquanto lê, é preciso treinar, pois a leitura fica mais rápida quando o cérebro não assimila a sonoridade das frases. Alguns leitores costumam mascar chicletes para manter a musculatura usada para subvocalizar ocupada.

Reduzir a quantidade e duração de fixações por linha
Durante a leitura, nossos olhos realizam saltos, na verdade, uma sequência deles. Cada um termina com uma fixação, ou seja, um pedaço do texto cujo os olhos focam, o tempo estimado para cada parada é meio segundo em uma leitura normal.
Para conseguir ler mais rápido é necessário reduzir essa quantidade e duração dessas fixações.
É interessante aplicar as técnicas para ler mais rápido citadas acima, no entanto, o seu limite é o ponto até onde consegue compreender o que está lendo.
De nada adianta ler rápido se não consegue entender. Para medir sua velocidade de leitura, é feito o seguinte cálculo:
  • Coloque um cronômetro marcado em 1 minuto;
  • Leia uma página de um livro de forma rápida, mas é preciso compreender todo o conteúdo;
  • Quando o tempo acabar, multiplique o número de linhas lido pela média de palavras por linha que você já havia calculado antes de ler;
  • Essa é a sua nova marca no quesito " velocidade de leitura";

É importante ter em mente que o nosso cérebro é muito flexível, ele se adapta a novos estímulos, portanto, o segredo é praticar. De preferência, use livros físicos para conseguir melhores estímulos, quando dominar essas técnicas, pode usar computadores e tabletes.

Colaboração: WebTrends

Axact

Recomendamos

O espaço virtual do estudante!

Postar um comentário:

0 comentários: