1. (Pucpr 2018) Leia as informações a seguir.

A grande diversidade nos regimes de oferta de energia em cada região confere ao sistema elétrico brasileiro uma característica muito peculiar: a demanda de energia pode ser atendida por uma grande variedade de gerações ao longo do território nacional. [...] O esquema a seguir mostra as etapas da transmissão da energia elétrica.
A tensão elétrica produzida pela usina é elevada antes da transmissão e depois rebaixada antes de ser distribuída para a área residencial. A razão para que seja adotado tal procedimento é 
a) a economia gerada pela possibilidade de usar fios mais finos nas linhas de transmissão.   
b) o aumento da potência elétrica transmitida para as residências ao final do processo.   
c) a redução dos efeitos gravitacionais sobre a corrente elétrica transmitida.   
d) o aumento da velocidade de transmissão da corrente elétrica.   
e) a criação de uma corrente elétrica variável na rede.   

2. (Fuvest 2019) Uma bateria de tensão V e resistência interna Ri é ligada em série com um resistor de resistência R. O esquema do circuito está apresentado na figura.

A potência dissipada pelo resistor R é dada por
a) V2 / R   
b) V2 / (R + Ri)   
c) V2R / (R + Ri)2   
d) V2R / (R + Ri)   
e) V2 / (R – Ri)   
  
3. (Uerj 2019) Resistores ôhmicos idênticos foram associados em quatro circuitos distintos e submetidos à mesma tensão UA,B. Observe os esquemas: 

Nessas condições, a corrente elétrica de menor intensidade se estabelece no seguinte circuito: 
a) I    
b) II    
c) III    
d) IV   
  
4. (Ita 2019) Dentro de uma câmara de vácuo encontra-se um o filamento F aquecido por meio de uma fonte elétrica externa de d.d.p. V1. A radiação emitida por F atinge o eletrodo metálico E1, que passa a emitir elétrons que podem ser coletados no eletrodo E2, acarretando a corrente I medida num amperímetro. Uma segunda fonte externa, de d.d.p. V2, é conectada ao circuito conforme ilustrado na figura. Um obstáculo O impede que E2 receba radiação do filamento F.
Analise as seguintes afirmações:

I. A corrente I aumenta sempre que V2 aumenta e tende a um valor assintótico Imax.
II. Toda a radiação que incide em E1 pode causar ejeção de elétrons.
III. Para certo valor V2 < 0, é possível obter uma corrente I invertida em relação ao sentido mostrado na figura.
IV. É possível ter I ≠ 0 para V2 = 0 com I dependente de V1.

Estão corretas
a) todas as afirmações.   
b) apenas I, II e III.   
c) apenas I e IV.   
d) apenas II e IV.   
e) apenas I, II e IV.   
  
5. (Ufrgs 2018) Uma fonte de tensão cuja força eletromotriz é de 15V tem resistência interna de 5Ω. A fonte está ligada em série com uma lâmpada incandescente e com um resistor. Medidas são realizadas e constata-se que a corrente elétrica que atravessa o resistor é de 0,20A, e que a diferença de potencial na lâmpada é de 4V.

Nessa circunstância, as resistências elétricas da lâmpada e do resistor valem, respectivamente,
a) 0,8Ω e 50 Ω   
b) 20 Ω e 50   
c) 0,8 Ω e 55   
d) 20 Ω e 55   
e) 20 Ω e 70   
  
6. (Uerj simulado 2018) O gráfico abaixo indica o comportamento da corrente elétrica em função do tempo em um condutor. 

A carga elétrica, em coulombs, que passa por uma seção transversal desse condutor em 15s é igual a:
a) 450   
b) 600   
c) 750   
d) 900   
  
7. (Ebmsp 2018) No corpo humano, as atividades biológicas são estimuladas ou controladas por impulsos elétricos. Quando ocorre o contato do organismo com uma corrente elétrica, proveniente do meio externo, pode haver danos que vão desde uma dormência na superfície da pele até a perda dos sentidos ou morte. A corrente elétrica quando percorre toda extensão do corpo humano possui intensidade determinada por dois fatores: a diferença de potencial existente entre dois pontos específicos e a resistência elétrica do corpo.
Disponível em: www.portaldoeletricista.com.br/riscos-do-choque-eletrico-e-seus-efeitos-no-corpo-humano. Acesso em ago, 2017.

Considerando-se os efeitos fisiológicos da corrente elétrica no corpo humano, com base nos conhecimentos sobre a eletricidade, pode-se afirmar: 
a) O trajeto da corrente elétrica no corpo humano depende, exclusivamente, da quantidade do tecido adiposo presente no organismo, quaisquer que sejam os dois pontos de contato do indivíduo com o circuito energizado.    
b) A resistência elétrica do corpo humano depende, entre outros fatores, da distância entre dois pontos do corpo submetidos a uma ddp, das características físicas e condições da pele de cada indivíduo e do meio ambiente.    
c) Um indivíduo, com os pés descalços sobre a terra, ao tocar em apenas um dos polos de uma tomada de tensão senoidal, como a de uma residência, não levará choque porque o circuito ficará em aberto.    
d) A resistência elétrica do corpo humano varia em proporção inversa à distância entre dois pontos do corpo humano submetidos a uma ddp constante.    
e) A condutância da pele humana é inversamente proporcional à área de contato com a fonte de tensão, porque a pele humana tem a mesma função de um capacitor com dielétrico.   
  
8. (Ita 2019) Uma bateria composta por 50 células voltaicas em série é carregada por uma fonte de corrente contínua ideal de 220V. Cada célula tem uma força eletromotriz de 2,30V e resistência interna de 0,100.
Sendo a corrente de carregamento de 6,00A, indique o valor da resistência extra que deve ser inserida em série com a fonte.
a) 23,0 Ω   
b) 36,6 Ω   
c) 12,5 Ω   
d) 5,00 Ω   
e) 19,2 Ω   

9. (Unesp 2018) A figura mostra o circuito elétrico que acende a lâmpada de freio e as lanternas traseira e dianteira de um dos lados de um automóvel. 

Considerando que as três lâmpadas sejam idênticas, se o circuito for interrompido no ponto P, estando o automóvel com as lanternas apagadas, quando o motorista acionar os freios,
a) apenas a lanterna dianteira se acenderá.    
b) nenhuma das lâmpadas se acenderá.    
c) todas as lâmpadas se acenderão, mas com brilho menor que seu brilho normal.    
d) apenas a lanterna traseira se acenderá.    
e) todas as lâmpadas se acenderão com o brilho normal.    
  
10. (Upf 2018) O gráfico a seguir ilustra a variação de corrente elétrica de uma torneira elétrica operando em 220V, durante 3h. 

Considerando que o custo de KWh é de R$0,30, o valor a ser pago para a concessionária de distribuição elétrica referente ao período em que a torneira permaneceu ligada será de
a) R$6,60   
b) R$6,40   
c) R$8,80   
d) R$3,00   
e) R$2,64   
Axact

Recomendamos

O espaço virtual do estudante!

Postar um comentário:

0 comentários: