1. c) I, III e IV.    

 

2. b) resolver os conflitos entre as potências europeias, que tinham interesse em adquirir a maior extensão de territórios e possessões na África, continente rico em recursos naturais e em matérias-primas.   

 

3. a) as argumentações ideológicas procuravam legitimar socialmente projetos expansionistas.   

 

4. e) A distância entre as formas culturais das sociedades africanas e o caráter eurocêntrico da formação escolar colonial.   

 

5. d) Conferência de Berlim, que dividiu o território do continente africano entre as principais potências mundiais do final do século XIX.   

 

6. c) incluiu áreas conquistadas por europeus tanto durante a expansão marítima dos séculos XV-XVI quanto no expansionismo dos séculos XVIII-XIX.    

 

7. c) ampliação das iniciativas imperialistas para assegurar maiores lucros às empresas europeias.    

 

8. a) O apartheid na África do Sul foi uma proposta de superação da segregação e a supremacia holandesa e inglesa. Após 70 anos do início dessa prática, a população sul-africana se tornou exemplo mundial na construção de um país após domínios estrangeiros.    

 

9. d) a ocupação principal da África ocorreu no decorrer do século XIX, culminando com a partilha do continente pelas potências europeias.    

 

10. a) A formação e a difusão do conceito de tribo no pensamento europeu acompanharam os avanços do colonialismo na África no século XIX, legitimando o domínio de seus povos por agentes oriundos de nações que se consideravam civilizadas e superiores.    

 

11. b) A Revolução Industrial valorizou o continente africano, sobretudo por sua potencialidade pouco explorada de matérias-primas e pelo possível mercado consumidor dos artigos industrializados.    

 

12. c) dominação imperialista na Ásia e África.    

 

13. b) disputas entre economias industrializadas e acordos em prejuízo de sociedades colonizadas.    

 

14. b) as Guerras do Ópio (1839-1842 e 1856-1860) garantiram à Inglaterra a abertura comercial da China e permitiram também que outras potências europeias e asiáticas revelassem seus interesses no Império Chinês.   

 

15. d) A Inglaterra, que dominava a comercialização do ópio na China, impôs aos chineses uma indenização por eles terem, a pretexto de proteger a saúde de sua população, confiscado e destruído uma grande carga de ópio.   

 

16. a) uma das justificativas para o expansionismo imperialista das principais nações europeias foi a ideologia da superioridade racial branca.   

 

17. a) O expansionismo, nesse momento, estava associado ao desenvolvimento da industrialização e à expansão do capital financeiro, o que significava ampliar o mercado consumidor, garantir o controle sobre áreas fornecedoras de matérias-primas estratégicas e encontrar novas áreas de investimento. 

 

18. e) expansionismo europeu sobre o Pacífico, a Ásia e a África, que impôs o controle político e comercial de potências ocidentais a diversas partes do mundo. 

 

19. c) divergências entre as nações imperialistas prejudicavam a construção da concórdia continental. 

 

20. b) de uma mudança na política externa britânica, que passara a identificar na Alemanha o maior compe­tidor do país. 

 

21. d) Somente as afirmativas II e III são verdadeiras. 

 

22. d) A Índia oferecia um mercado de monopólio à Inglaterra no momento em que esta se encontrava em plena expansão industrial. 

 

23. b) a penetração do elemento europeu no interior do continente a partir da expansão imperialista do século XIX, interessada na ampliação dos mercados e na aplicação do excedente de capital industrial. 

 

24. d) II e IV. 

 

25. d) As fronteiras políticas impostas pela dominação europeia desconsideraram a divisão étnica da África, o que levou, no período pós-independência, ao acirramento dos ânimos e, em últimas consequências, a conflitos de diversas ordens. 

 

26. c) II, IV e V. 

 

27. b) processo de expansão colonial dos países europeus para garantir a partilha do continente africano. 

 

28. b) ação civilizadora 

 




Axact

Recomendamos

O espaço virtual do estudante!

Postar um comentário:

0 comentários: