1. b) Jean-Pierre Vernant (1914-2007), que defende a relação entre o debate público, os discursos argumentativos na pólis grega e a elaboração da linguagem argumentativa na filosofia.    


2. e) A sentença de morte foi aceita por Sócrates porque morrer não é um mal em si e o livre pensar permite apreender essa verdade.   

3. a) No pensamento grego, o diálogo foi o exercício da filosofia de Sócrates para expandir um projeto de humanização.   


4. a) O pensamento grego, no enfoque da filosofia, é a expressão máxima da racionalidade no trato com o conhecimento.   

5. e) surgimento da cidade como organização social.   


6. c) sob o impulso dos gregos, a dimensão racional se impõe como critério de verdade. A filosofia é fruto desse projeto da razão.   


7. a) na qual o casamento também tem implicações políticas e sociais.   


8. b) I e II são incorretas. 

9. e) I, II e III são verdadeiras. 

10. a) Drácon, Sólon e Clístenes. 

11. a) Somente as afirmativas I e IV são corretas. 

12. d) Habituados ao discurso, os cidadãos gregos encontram na ágora o espaço social para o debate e o exercício da persuasão, dando-lhes a possibilidade de decidir os destinos da polis. 

13. e) O governo, próprio de Atenas, recebeu, a partir de Péricles, o nome de “democracia”, porque a sua direção (poder - cratós) não está na mão de um pequeno grupo, mas sim da maioria (o demos). 

14. a) se apenas I e II estiverem corretas.








Axact

Recomendamos

O espaço virtual do estudante!

Postar um comentário:

1 comentários: