SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS

Instagram siga no Instagram
1. b) tipificar regras referentes aos atos dignos de punição.   

2. b) fluviais.   

3. b) na Antiga Mesopotâmia.    

4. e) agrária, guerreira, politeísta e centralizada.    

5. e) O desenvolvimento do comércio levou à criação da escrita, utilizada, inicialmente, para realizar registros contábeis e firmar contratos.   

6. a) xilogravura e tipografia   

7. b) escrita alfabética.    

8. d) diálogos e trocas culturais transcorridos na região do Mar Mediterrâneo na Antiguidade.    

9. e) pela presença do trabalho coletivo em regiões favoráveis à economia agrícola.   

10. c) a pirâmide de Quéops, construída há mais de quatro milênios por ordem de Khufu, teve uma câmara interna descoberta recentemente.   

11. a) buscava demonstrar quão bem organizado e bem governado seria o reino sob o comando do monarca.   

12. e) um complexo processo de mistura e ressignificação de uma série de tradições religiosas, caso das africanas e do judaísmo.   

13. c) alcançou o seu apogeu com o reinado de Dário I, com suas fronteiras chegando ao rio Indo na Índia.    

14. b) Eram divindades protetoras dos templos e das pirâmides.   

15. c) Atribui apenas à presença do Nilo o desenvolvimento do Egito, porém não considera a importância da presença humana, do trabalho empreendido na utilização do rio e dos benefícios naturais para o desenvolvimento da região.    

16. e) O reino de Kush, com forte influência egípcia, serviu como elo entre a África central e o mundo mediterrâneo, além de estabelecer rotas comerciais entre o baixo e o alto vale do Nilo.   

17. e) Faraó Tutankhamon.   

18. d) imposição do monoteísmo, adotando o culto oficial a um deus único e proibindo adoração às outras deidades do panteão egípcio.    

19. d) traduziram e difundiram muitos textos, concretizando importantes realizações, a partir do pensamento grego. 

20. e) O império de Kush conseguiu estender seus domínios até o norte do Egito nos séculos VIII e VII a.C. 

21. e) dependia das cheias do rio Nilo para a prática da agricultura. 

22. b) apenas II e III. 

23. b) Deixaram, além dos hieróglifos, outros dois sistemas de escrita: o hierático, empregado para fins práticos, e o demótico, uma forma simplificada e popular do hierático. 

24. b) a diversidade racial e cultural enfraquecia-os, apesar da existência de mecanismos que pretendiam estabelecer uma real unidade. 

25. c) depois da morte a alma podia voltar ao corpo mumificado. 

26. b) durante o governo de Nabucodonosor foram realizadas grandes construções públicas, merecendo destaque os "Jardins Suspensos da Babilônia", considerados uma das maravilhas do Mundo Antigo. 

27. b) a necessidade de coordenar o trabalho de grandes contingentes humanos, para realizar obras de irrigação. 

28. b) Código de Hamurabi

29. a) fenícios. 

30. a) limitar a riqueza e o poder político crescentes dos sacerdotes. 

31. d) Existia o coletivismo na agricultura. 

32. a) a religião dominava todos os aspectos da vida pública e privada do antigo Egito. Cerimônias eram realizadas pelos sacerdotes a cada ano, para garantir a chegada da inundação e, dessa forma, boas colheitas, que eram agradecidas pelo rei em solenidades às divindades. 

33. c) haverem possibilitado a formação do Estado a partir da produção de excedentes, da necessidade de controle hidráulico e da diferenciação social. 

34. c) a formação de uma aristocracia, que enriquecera com o comércio e com a apropriação das terras dos camponeses endividados. 

35. c) libertarem os judeus cativos na Babilônia, que retornaram à Palestina e reconstruíram o templo de Salomão e o culto a Iavé. 

36. a) império dos persas durante o reinado de Dario. 

37. a) a pena pelo delito cometido pode variar de acordo com a posição social da vítima e do agressor. 

38. d) permitiu compreender a importância dos rituais fúnebres, como atestam os sarcófagos do Vale dos Reis.






Axact

Recomendamos

O espaço virtual do estudante!

Postar um comentário:

1 comentários: