O uso da crase - Questões de Vestibulares

1. (Unifesp 2016) 
Assinale a alternativa que preenche, correta e respectivamente, as lacunas da tira.
a) Por que – à – a – porquê   
b) Porquê – a – a – por que   
c) Por que – à – à – porque   
d) Por quê – à – à – porque   
e) Por quê – a – a – porque   
  
2. (IFBA 2016) A imagem a seguir representa um cartaz retirado de um ambiente virtual. Em relação ao uso do acento indicativo de crase, a frase presente na imagem está:
a) correta, tal como em “Ele caminhava à passo firme”.   
b) incorreta, tal como em “Encontraram-se às 18 horas”.   
c) incorreta, tal como em “Esta é a escola à qual se referiram”.   
d) correta, tal como em “Fui àquela praça, mas não o encontrei”.   
e) incorreta, tal como em “Dirigiu-se ao local disposto à falar com o delegado”.   
  
3. (Pucpr 2015) DNA EM PROMOÇÃO

Sequenciamento sem médico vendido por US$99 nos EUA é proibido.

Até o ano passado, quando teve seu serviço suspenso pela agência que regula medicamentos nos EUA (FDA), a 23andMe cobrava US$99 por um teste de DNA. _____ empresa não deu provas suficientes de que fornecia resultados confiáveis, principalmente quando se tratava de doenças causadas por mutações em mais de um gene. Comandada por Anne Wojcicki, ex-mulher do cofundador do Google, Sergey Brin, a 23andMe defende tese parecida com _____ de Khan*: a de que os consumidores têm o direito _____ informação sobre seu próprio DNA. Feito por mais de 500 mil pessoas, o exame da companhia analisava o DNA de uma amostra de saliva e informava se elas têm risco de desenvolver doenças como os cânceres de ovário, de mama e de intestino, por exemplo. A FDA alegou que um falso positivo poderia levar uma consumidora _____ fazer uma mastectomia desnecessária. “Pense no efeito de saber que você tem propensão _____ uma doença grave, ou sem cura, e não poder fazer nada para evitá-la”, diz Mayana Zatz. “É como uma bomba relógio cujo prazo para explodir não pode ser previsto nem interrompido.”

*Razib Khan é um pesquisador norte-americano que mapeou o código genético de seu filho antes de este vir ao mundo.
Disponível em: <http://revistagalileu.globo.com>. Acesso em: 30/08/2014

Com relação ao uso do acento grave, completa CORRETAMENTE as lacunas a opção:
a) A – a – a – a – a.   
b) À – a – a – à – à.   
c) A – à – à – a – à.   
d) À – à – à – à – a.   
e) A – a – à – a – a.   
 
4. (Ifsp 2014) A jabuticaba só nasce mesmo no Brasil? 

Em seu discurso de agradecimento pelo prêmio de Economista do ano em 2003, Pérsio Arida, um dos idealizadores do Plano Real, utilizou um argumento inusitado para justificar a taxa de juros de equilíbrio de 8% ao ano no Brasil. “Certas coisas são iguais à jabuticaba, só ocorrem no Brasil”, explicou ele na época. Rapidamente, jornalistas e intelectuais passaram a citar a frase como parte da chamada “Teoria da Jabuticaba”, com o objetivo de explicar em seus textos o porquê de alguns fenômenos só acontecerem no Brasil.

Se nas Ciências Humanas a tal teoria parece fazer sucesso, do ponto de vista biológico ela está equivocada. Quem garante isso é o pesquisador da APT (Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios) Eduardo Suguino que tratou de derrubar alguns mitos sobre a ocorrência do famoso fruto. “A jabuticaba pode até ser nativa do Brasil, mas não ocorre só aqui”, explicou. “Ela já apareceu em países como Argentina e México em sua forma natural”.

Ainda de acordo com Suguino, a jabuticabeira pode ser cultivada em qualquer canto do planeta. Como se trata de uma planta propagada por semente, são necessárias apenas três condições para que ela se desenvolva: água, oxigênio e calor. Mesmo assim, ele faz questão de ponderar sobre a suposta universalidade do tradicional vegetal. “Apesar de possuir essa capacidade de ser cultivada em qualquer lugar, a jabuticabeira pode ser prejudicada por alguns fatores ambientais”, afirma. Depois, o pesquisador ainda forneceu exemplos de casos em que o vegetal pode sofrer danos. “Se levar um exemplar para a Europa durante o inverno, ele dificilmente sobreviverá fora de um vaso ou de ambiente protegido”. 
(Disponível em http:// www.blogdoscuriosos.com.br . Acesso em 19.10.2013. Adaptado)

 Assinale a alternativa correta de acordo com a norma padrão:
a) À partir de Dezembro, inicia-se o plantio de jabuticabas.
b) Os cientistas enviaram à elas as jabuticabeiras doentes.
c) Daqui à dez dias, os alunos plantarão uma árvore.
d) Alguns intelectuais fizeram referência à Teoria da Jabuticaba.  
e) No dia à dia, é raro avistar um pé de jabuticabas.

5. (Unifesp 2013) O Hatha yoga pradipika, sagrada escritura do hatha yoga, escrita no século 15 da era atual, diz que, antes de nos aventurarmos na prática de austeridade e códigos morais, devemos nos preparar. Autocontrole e disciplina sem preparação adequada __________ criar mais problemas mentais e de personalidade do que paz de espírito. A beleza dessa escritura é que ela resolve o grande problema que todo iniciante enfrenta: dominar a mente.

Devido __________ abordagem corporal, o hatha yoga ficou conhecido – de modo equivocado – como uma categoria de ioga __________ trabalha apenas as valências físicas (força, flexibilidade, resistência, equilíbrio e outras), quase como ginástica oriental. Isso não é verdade.
(Ciência Hoje, julho de 2012. Adaptado.)

De acordo com a norma-padrão da língua portuguesa, as lacunas do texto devem ser preenchidas, respectivamente, com
a) pode – a essa – aonde.
b) podem – a essa – que.  
c) pode – à essa – o qual.
d) podem – essa – com que.
e) pode – essa – onde.

6. (Espcex (Aman) 2013) Assinale a alternativa que completa corretamente as lacunas da frase abaixo.

Quando se aproximava ___ tarde, logo depois do almoço, ___ moça largava ___ roupas secando, para, ___ cinco, voltar com o ombro entulhado, ___ casa, direto ___ engoma ___ ferro de carvão.
a) a – a – às – as – a – à – à
b) à – à – às – as – à – a – à
c) a – a – as – às – a – à – à
d) à – à – as – às – à – a – a
e) a – a – as – às – a – à – a     

7. (Ifsc 2012) Quanto ao emprego do acento indicativo de crase, assinale a alternativa CORRETA.
a) Não gostava de fazer os deveres de casa às pressas.  
b) Os bois eram mortos à marretadas.
c) Trabalho de segunda à sexta-feira.
d) Convenceu a amiga à comprar um vestido pavoroso.
e) O remédio deveria ser ministrado gota à gota.

8. (Ifsp 2011) Assinale a alternativa que preenche, correta e respectivamente, a frase a seguir.
Os interessados em adotar crianças têm de recorrer _____ orientações do Juizado de Menores e se sujeitar ____ uma espera muitas vezes longa, o que, apesar de tudo, não desanima _____ maioria.
a) às ... a ... a  
b) às ... à ... a
c) às ... à ... à
d) as ... a ... à
e) as ... à ... à

9. (Uftm 2011) Analise as frases.

I. Ontem, fui até a escola para visitar velhos amigos.
Ontem, fui até à escola para visitar velhos amigos.

II. Ontem, passei a noite na casa da minha prima.
Ontem, passei à noite na casa da minha prima.

III. Ontem, entreguei o relatório a minha supervisora.
Ontem, entreguei o relatório à minha supervisora.

Dentre os pares de frases apresentados, a estrutura frasal em que se verifica alteração de sentido da segunda frase em relação à primeira está contida em
a) I, apenas.
b) II, apenas.  
c) I e III, apenas.
d) II e III, apenas.
e) I, II e III.

10. (Cps 2012) Juliana, seu namorado Ricardo e mais alguns amigos do curso de gastronomia que ela frequenta alugaram uma casa de praia para passar as férias de verão. Durante o café da manhã, enquanto todos estavam sentados _________ mesa, Juliana percebeu que Ricardo não se servia dos diversos tipos de queijo que ela havia levado.

— Escolhi com muito capricho esses queijos, você não os experimenta _________?— _________, infelizmente, tenho intolerância à lactose, portanto devo evitar alguns alimentos.— Sorte sua não ser um apaixonado por gastronomia!

Assinale a alternativa cujas palavras completam, correta e respectivamente, o texto a seguir.
a) à – por quê – Porque
b) à – por que – Por que
c) à – porque – Por que
d) na – por quê – Porque
e) na – por que – Porque

11. (Enem 2ª aplicação 2010) 
O cartaz de Ziraldo faz parte de uma campanha contra o uso de drogas. Essa abordagem, que se diferencia das de outras campanhas, pode ser identificada
a) pela seleção do público alvo da campanha, representado, no cartaz, pelo casal de jovens.
b) pela escolha temática do cartaz, cujo texto configura uma ordem aos usuários e não usuários: diga não às drogas.
c) pela ausência intencional do acento grave, que constrói a ideia de que não é a droga que faz a cabeça do jovem.
d) pelo uso da ironia, na oposição imposta entre a seriedade do tema e a ambiência amena que envolve a cena.
e) pela criação de um texto de sátira à postura dos jovens, que não possuem autonomia para seguir seus caminhos.

 
Compartilhe no Google Plus

Sobre Portal do Vestibulando

O objetivo do site é fornecer material didático a todas as pessoas que buscam ampliar seus conhecimentos, vestibulandos ou não. Assim, caso você precise de algum material específico, entre em contato conosco para que possamos disponibilizá-lo!