Comparações: Revolução de Avis x Revolução Inglesa do séc. XVII - Questão Desafio


COMPETÊNCIAS E HABILIDADES – CIÊNCIAS HUMANAS

Competência - Compreender a produção e o papel histórico das instituições sociais, políticas e econômicas, associando-as aos diferentes grupos, conflitos e movimentos sociais.
Habilidades – Comparar diferentes pontos de vista, presentes em textos analíticos e interpretativos, sobre situação ou fatos de natureza histórico-geográfica acerca das instituições sociais, políticas e econômicas.
    – Avaliar criticamente conflitos culturais, sociais, políticos, econômicos ou ambientais ao longo da história.


1. Analise os dois textos e depois marque a opção correta.

A Revolução de Avis

O momento era bastante próspero para a classe burguesa, que usufruía de um período de ascensão em meio à crise geral. Em 1383, o último rei da dinastia de Borgonha, D. Fernando I, morreu sem deixar herdeiros, o que lançou Portugal numa séria crise monárquica, cujos desdobramentos só viriam a provar a hegemonia burguesa na nação. Instaurou-se dois grupos rivais na disputa pelo trono: de um lado, Dona Leonor Teles (viúva de D. Fernando), que comandava o grupo apoiado pela nobreza tradicional, defendia a união de Portugal ao reino de Castela; de outro lado, D. João (Mestre de Avis e irmão ilegítimo de D. Fernando), que encabeçava o grupo apoiado pela burguesia, pela nobreza militar e pelas plebes urbanas e rurais. O conflito armado tornou-se inevitável. Por fim, em 1385, na batalha de Aljubarrota, as tropas de D. João esmagaram os castelhanos.

Revolução Inglesa do século XVII

Contrária ao domínio de poder político da monarquia dos Stuarts, que eram soberanos ingleses originados da Escócia, a Revolução Inglesa ocorreu no século XVI (a Revolução Puritana em 1640 e a Revolução Gloriosa de 1688). De acordo com alguns historiadores, esta insurreição é considerada a primeira revolução de caráter burguês realizada no ocidente. As duas fazem parte de um mesmo processo revolucionário, daí a denominação de Revolução Inglesa do século XVII e não Revoluções Inglesas. Ela representou a primeira manifestação de crise do sistema da época moderna, identificado com o absolutismo.

Os dois textos relatam movimentos que tiveram participação decisiva da burguesia. Contudo,
a)  A Revolução de Avis abriu espaço para a ascensão da burguesia como classe dominante, que gradativamente conseguiu eliminar o poder da nobreza e do rei, ao legitimar as leis como soberanas.
b)  A Revolução Inglesa, assim como a portuguesa, consolidou um poder concentrado no parlamento, com a limitação do poder real, servindo, inclusive, de inspiração para a Revolução Francesa de 1789.
c)   Diferente da Revolução de Avis, que fortaleceu um poder monárquico absolutista sustentado por uma economia mercantil, a Revolução inglesa consolidou a hegemonia das leis sobre a vontade do governante.
d)  A Revolução Inglesa significou um esvaziamento de poder, tendo em vista que a guerra civil entre rei e parlamento levou o governo a se organizar nos moldes da antiga estrutura feudal.
e)  Com a Revolução de Avis ocorreu o fortalecimento do poder real, sustentado por uma economia agrária, que procurou fortalecer as estruturas do campesinato tradicional, visando o abastecimento interno.



Compartilhe no Google Plus

Sobre Portal do Vestibulando

O objetivo do site é fornecer material didático a todas as pessoas que buscam ampliar seus conhecimentos, vestibulandos ou não. Assim, caso você precise de algum material específico, entre em contato conosco para que possamos disponibilizá-lo!