O Brasil e os Blocos Econômicos - Questões de Vestibulares

1. (Usf 2016)  Observe as informações contidas no gráfico a seguir.


A China é, na atualidade, o principal parceiro comercial do Brasil. Porém, ao analisar apenas os valores, pode-se omitir informações importantes sobre produtos exportados e importados pelo Brasil. Nesse contexto, pode-se concluir que
a) a pauta de exportações do Brasil para o Mercosul apresenta produtos com maior valor agregado se comparada às exportações para a China.   
b) a China importa do Brasil uma gama de produtos, em especial, autopeças para veículos, automóveis e derivados de petróleo.   
c) a China é o maior fornecedor de petróleo ao Brasil, garantindo, dessa forma, a segurança energética não só do Brasil como dos demais países do Mercosul.   
d) a principal diferença nas exportações do Brasil para a China e para o Mercosul está na predominância das commodities na pauta de exportações para o Mercosul.   
e) a crise hídrica que afeta o Brasil desde 2013 fez com que as importações de arroz da China aumentassem significativamente, garantindo a segurança alimentar do país.    

2. (Espcex (Aman) 2015)  Sobre o comércio exterior brasileiro, podemos afirmar que
  • I. no comércio mundial, o Brasil possui hoje a condição de Global Trader, estando, portanto, comprometido com os princípios do multilateralismo e do liberalismo no comércio mundial.
  • II. a partir da metade da década de 1990, com o aumento da participação de produtos básicos e semimanufaturados na pauta de exportações brasileira, a participação do Brasil nos fluxos comerciais globais deu um salto para mais de 3% do total mundial.
  • III. enquanto na pauta de exportações brasileiras para a União Europeia e Ásia predominam produtos primários e semimanufaturados, os países do NAFTA (Acordo de Livre Comércio da América do Norte) e da América do Sul absorvem, principalmente, produtos manufaturados do Brasil.
  • IV. a redução das metas de crescimento da economia chinesa é fato positivo para a economia brasileira, pois tende a abrir um espaço ainda maior para nossas exportações de produtos básicos.
  • V. o Mercosul responde por cerca de 40% das exportações brasileiras, o que revela a forte dependência comercial do País em relação ao bloco e justifica o aumento dos investimentos privados brasileiros nos países do Mercosul.
Assinale a alternativa em que todas as afirmativas estão corretas.
a) I e III    
b) III e V    
c) II e V    
d) I, III e IV    
e) I, II e IV   
  
3. (Fgv 2015)  Em julho de 2014, foi criado, em Fortaleza (Brasil), o Novo Banco de Desenvolvimento, idealizado para ser uma alternativa ao Banco Mundial. O banco terá capital de US$50 bilhões, que pode ser ampliado para US$100 bilhões, para financiar projetos de infraestrutura e sustentabilidade em países emergentes, sem se submeter às imposições dos países ricos do Banco Mundial da ONU.
Foi estabelecido, também, um Arranjo Contingente de Reservas, que funcionará como um fundo de emergência inicial de US$100 bilhões que pode ser sacado pelos países em épocas de crise no balanço de pagamentos. Todos os países do grupo assumirão a presidência do banco, obedecendo a rotatividade a cada cinco anos. 
(Folha de S.Paulo, 13.07.2014. Adaptado)
  
O texto refere-se à criação do Banco entre os países do
a) Mercosul.   
b) BIRD.   
c) BRICS.   
d) Nafta.   
e) FMI.   
  
4. (Ifsc 2015)  Após a Segunda Guerra Mundial, as empresas transnacionais passaram a controlar grande parte dos capitais existentes no mundo, o que lhes permitiu novos investimentos no setor de tecnologia e do conhecimento científico. 
Fonte: KRAJEWSKI, Angela C. Geografia: pesquisa e ação. Volume único. São Paulo: Moderna, 2005. p. 257.
  
Assinale a soma da(s) proposição(ões) CORRETA(S).
01) O Mercado Comum do Sul (Mercosul) consolidado desde os anos 1990, a exemplo da União Europeia (UE) além da livre circulação de mercadorias e de pessoas, eliminou todas as tarifas alfandegárias e todos os seus países membros adotaram o austral como moeda única.    
02) Um dos princípios que norteiam o Acordo de Livre Comércio da América do Norte (Nafta) é o livre trânsito dos trabalhadores entre os países membros, justamente para que possam buscar melhores condições de vida nas áreas de fronteiras.   
04) Além do Mercosul, o Brasil faz parte de outro bloco econômico – BRICS, implementado desde o final da Guerra Fria, do qual é líder econômico pois é considerado o maior exportador de eletroeletrônicos e de produtos têxteis para outros mercados econômicos emergentes como Rússia, México, Cuba, Angola, China e Coreia do Norte.   
08) Uma das formas de manter os mercados globalizados sob o controle dos Estados, sobretudo a partir da Segunda Guerra Mundial, foi a criação de blocos econômicos regionais.   
16) O domínio da tecnologia de ponta garantiu ao Japão, além do desenvolvimento de sua indústria automobilística, um rápido crescimento econômico.   
32) Na década de 1980, as políticas neoliberais foram amplamente difundidas pelo Reino Unido e pelos Estados Unidos; elas propõem o enxugamento do Estado e sua menor participação na economia.   
  
5. (Uem 2014)  Um importante aspecto da globalização é a formação ou a criação de mercados comuns entre grupos de nações, os blocos comerciais.
A respeito desse assunto, assinale o que for correto.
01) O Mercado Comum Europeu (MCE), nascido na década de 1950, passou a ser chamado de União Europeia na década de 1990, depois que o Tratado de Maastricht foi aprovado pelos países-membros.   
02) A Associação de Cooperação Econômica da Ásia e do Pacífico (Apec) é formada por países do sudoeste e do leste da Ásia, pela Oceania e por países da América banhados pelo oceano Pacífico.   
04) A Nafta é um acordo de livre comércio entre os países da África setentrional e os países da Europa banhados pelo Mar Mediterrâneo.   
08) O Mercado Comum do Sul (Mercosul) foi criado na década de 2000, com a assinatura do Tratado de La Paz por Brasil, Venezuela, Bolívia e Chile.   
16) A Comunidade Europeia Internacional (CEI) foi criada para dar maior fluidez ao intercâmbio de mercadorias entre os países da Europa ocidental, o Canadá e os Estados Unidos.   
  
6. (Uem 2014)  Sobre o Mercado Comum do Sul (Mercosul), formado no início da década de 1990, por Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai, e que apresentava como objetivo inicial estabelecer uma zona de livre comércio entre os países-membros, assinale a(s) alternativa(s) correta(s).
01) O acordo inicial previa a eliminação gradativa de tarifas alfandegárias e restrições não tarifárias, liberando a circulação da maioria das mercadorias entre os países-membros.   
02) Em 2008, a Argentina eliminou completamente todas as medidas de proteção ao mercado interno, e a integração com a economia do Brasil tornou-se ampla e irrestrita.   
04) Em 2011, em razão do elevado nível de corrupção interna no Paraguai, em uma reunião realizada em Córdoba, na Argentina, os membros do Mercosul decidiram, por unanimidade, excluir definitivamente o Paraguai do bloco.   
08) O Brasil é o país de maior potencial econômico entre os membros do Mercosul, sendo responsável pelo maior volume do comércio exterior entre os países que compõem o bloco.   
16) Em 2011, após aprovação dos demais membros do Mercosul, Chile, Venezuela e Equador passaram a integrar esse bloco regional.   
  
7. (Fgv 2014)  No decorrer do século XX, para a organização de projetos de criação de blocos econômicos, foi necessário superar rivalidades históricas. Isto ocorreu na Europa e também na América do Sul, quando o Brasil e a Argentina deixaram de lado as disputas por hegemonia e engendraram um acordo, na década de 1980, que posteriormente originou o Mercosul.
Estes exemplos permitem afirmar que:
a) a herança colonial europeia dá maior flexibilidade aos países sul-americanos no âmbito das relações políticas e econômicas.   
b) quando o objetivo é reduzir ou eliminar os desníveis econômicos, as diferenças históricas são abandonadas.   
c) as questões de natureza étnico-culturais podem ser relevantes para o estabelecimento de relações comerciais.   
d) no contexto da globalização, as relações entre os Estados e as economias nacionais são modificadas.   
e) as questões geopolíticas se tornam entraves quando os países procuram estabelecer relações multilaterais.   
  
8. (Uepg 2014)  Assinale o que for correto com relação ao que engloba apenas nomes de lugares, países, termos ou aspectos políticos e econômicos relacionados à União Europeia. 
01) AEE (Agência Europeia de Armamentos), Apec, Benelux, Geórgia, Armênia, melhor controle nas fronteiras dos países membros, cidadão europeu, Bielorrússia.    
02) AEE (Agência Europeia de Armamentos), Constituição da União Europeia, Alemanha, Espanha, Bulgária, união econômica e monetária.    
04) Reino Unido, eliminação de tarifas aduaneiras internas, Rússia, AELC, Ucrânia, proibição de imigração de africanos e asiáticos.    
08) Tratado de Maastricht, euro, França, Grécia, Parlamento Europeu, presidência rotativa. 
16) CECA, Tratado de Amsterdã, Azerbaijão, Cazaquistão, CEI, livre circulação de pessoas, Belarus, Moldávia.   
  
9. (Ufpe 2013)  O principal objetivo do Mercado Comum do Cone Sul (MERCOSUL) é a consolidação da integração política, social e econômica entre os Estados que o integram, de maneira que sejam acentuados os vínculos entre as populações dos países-membros, com o intuito de melhoria da qualidade de vida, através da inserção das populações nos contextos produtivos, tendo em vista a melhoria de competitividade regional e internacional.
Sobre esse assunto, analise as proposições abaixo.
(   )  Nos últimos anos, foram assinados acordos de Livre Comércio com demais Estados da América Latina, com vistas ao fortalecimento entre os países, a exemplo da república da Colômbia em 2004, e Costa Rica e Suriname em 2008, tornando-os Estados Associados.  
(  )  No organismo econômico referido no texto, foi criado o Fundo para a Convergência Estrutural do MERCOSUL (FoCEM), cuja finalidade é a de atender à situação das menores economias e das regiões menos desenvolvidas. O FoCEM é integrado por contribuições financeiras não-reembolsáveis efetuadas pelos Estados-Partes.  
(   )  Mudanças nas regras do jogo do MERCOSUL são fatos capazes de gerar instabilidade macroeconômica em alguns de seus países-membros, além de perdas alocativas ou inviabilização de empreendimentos importantes no território de todos os integrantes.  
(   )  Em 2012, a decisão do MERCOSUL de suspender o Paraguai, após a destituição do ex-presidente paraguaio Fernando Lugo, foi seguida da incorporação, como sócio pleno do bloco, da Venezuela, fato esse que vem gerando um conjunto de protestos do atual governo Paraguaio contra o MERCOSUL. O congresso do Paraguai sempre se mostrou a favor da incorporação da Venezuela ao Bloco.  
(   )  Em 2011 foi assinado o acordo de livre comércio entre o MERCOSUL e a Organização para a Libertação da Palestina, em nome da autoridade Nacional Palestina, com o intuito de promover o marco e mecanismos necessários para a negociação de uma Área de Livre Comércio. Os objetivos desse acordo são a possibilidade de o MERCOSUL e o Estado da Palestina se beneficiarem de um aprofundamento maior das suas relações econômico-comerciais e de cooperação, bem como o reconhecimento do Estado Palestino por parte do Bloco.  
  
10. (Uern 2013)  As perspectivas do Mercosul nestas primeira e segunda décadas do século XXI são a continuação do avanço nas relações comerciais entre os países membros. Analise o quadro síntese da tabela a seguir.

Quadro síntese dos países membros do Mercosul
País
Área (km2)
População em 2008
(em milhões de hab.)
PNB em 2008 (em bilhões de dólares)
Renda per capita
(em dólares)
Ano de entrada no bloco
População abaixo da linha da pobreza ***
Brasil*
8 547 403
188
1 300
4 730
1991
21,2%
Argentina*
2 780 092
41
280
5 150
1991
23,0%
Uruguai*
176 215
3,5
23,2
5 310
1991
5,7%
Paraguai*
406 752
6
10,8
1 400
1991
33,2%
Chile**
756 626
16,5
165
6 980
1996
9,6%
Bolívia**
1 098 581
9,5
10,2
1 100
1996
42,2%
Peru**
1 285 220
28,8
110
2 920
2003
31,8%
Colômbia**
1 138 914
44
171, 8
2 750
2004
17,8%
Equador**
283 560
13,5
44,2
2 840
2004
37,2%
Venezuela*
916 445
28
236,4
6 070
2006
27,6%

* Membros plenos.
** Membros associados.
*** População abaixo da linha da pobreza refere-se aos indivíduos que vivem com menos de 2 dólares ao dia.
Nota: Apesar de o México ser um membro observador do Mercosul, ele não foi incluído nesta tabela porque é um membro pleno de outro bloco ou mercado regional, o Nafta, no qual está de fato bastante integrado e com o qual tem o seu compromisso prioritário.
(Quadro elaborado pelo autor a partir de várias fontes: Inter-American Development Bank. Economic and Social Statistics, 2007; estimativas do World Bank, 2008; site do Mercosul: www.mercosur.int; Vesentini, J. William. Geografia: o mundo em transição. São Paulo: Ática, 2010. p. 335.)

Com base na tabela, é correto afirmar que
a) a economia da Argentina representa 40%, aproximadamente, da economia total do bloco.   
b) o Brasil é o grande consumidor do bloco, não só pela imensa população, como também pela economia.   
c) o Uruguai, devido à pequena população, tem uma participação econômica menor que a do Paraguai nas relações comerciais do bloco.   
d) o Chile, apesar de participar do bloco apenas como membro associado, apresenta uma participação econômica superior à da Argentina.   
  
11. (Espm 2013)  A entrada da Venezuela como membro ple­no do MERCOSUL permite que o Bloco re­formule a sua composição e ganhe novo impulso graças à incorporação da terceira economia da América do Sul.

Quanto ao ingresso da Venezuela no MER­COSUL é correto assinalar: 
a) foi aprovado de comum acordo pelos qua­tro membros plenos do bloco: Brasil, Ar­gentina, Uruguai e Paraguai;    
b) foi aprovada por Argentina, Brasil e Uru­guai, sem o voto do Paraguai, suspenso do bloco em consequência do golpe de Esta­do naquele país;    
c) foi aprovada apesar da discordância do Paraguai, pois o ingresso de novo país membro no MERCOSUL podia ocorrer por maioria simples;    
d) foi aprovada apesar da discordância do Uruguai, beneficiada pela suspensão do Paraguai, em consequência do golpe branco que derrubou seu presidente;    
e) contou com o apoio geral da imprensa brasileira, bem como da situação e da oposição política no Brasil, convencidos de que o governo venezuelano satisfaz a cláusula democrática, requisito necessário para o ingresso. 

12. (Ufu 2011) A mundialização da economia capitalista é um processo que se intensifica nos dias atuais. A formação dos grandes monopólios capitalistas, denominados transnacionais que operam a unificação mundial do capital em diferentes localidades, é a expressão moderna da etapa monopolista do capital mundial como demonstra a figura abaixo. 


Sobre os blocos econômicos comerciais, analise as afirmativas a seguir. 

I - O Mercosul (Mercado Comum do Sul) foi criado a partir do Tratado de Assunção, em março de 1991, do qual fazem parte principalmente o Brasil, Argentina, Paraguai, Uruguai, Chile, Bolívia. O objetivo deste bloco era promover a livre circulação de bens e de serviços e adotar uma política comercial comum em relação a outros estados ou agrupamentos de estados, utilizando, por exemplo, a redução ou a eliminação de tarifas alfandegárias. 
II - A Alca (Área de Livre Comércio das Américas), criada em 1989, pretendia formar uma vasta zona econômica ou zona de livre comércio que englobaria, pelo menos, 35 países do continente (com exceção de Cuba), em qual os Estados Unidos seria o maior beneficiado. Dentre os problemas apresentados para a implantação desse bloco, destaca-se a inflexibilidade dos Estados Unidos em discutir o anti-dumping e os subsídios à agricultura. 
III - A União Europeia (UE) foi criada pelo Tratado de Roma (em 1957), mas só recebeu esta denominação em 1994. O objetivo deste bloco era recuperar a economia dos países membros, a partir da livre circulação de mercadorias, serviços, capitais e pessoas e implantação de uma moeda única, o Euro. 

IV - A APEC (Cooperação Econômica da Ásia e do Pacífico) surgiu em 1993, como um projeto para criar até 2020, a maior zona de livre comércio do mundo, reunindo mais de 20 países. O grande problema desse bloco são as características muito distintas dos países membros. Compõem este bloco os Estados Unidos, Malásia, Canadá, Vietnã, Filipinas, Coreia do Sul, Chile, Peru, Japão, Austrália, entre outros.

Assinale a alternativa que apresenta as afirmativas corretas. 
a) As afirmativas I, II, III e IV estão incorretas. 
b) As afirmativas I, III e IV estão incorretas. 
c) As afirmativas II e IV estão incorretas. 
d) As afirmativas I, II, III e IV estão corretas. 
Compartilhe no Google Plus

Sobre Portal do Vestibulando

O objetivo do site é fornecer material didático a todas as pessoas que buscam ampliar seus conhecimentos, vestibulandos ou não. Assim, caso você precise de algum material específico, entre em contato conosco para que possamos disponibilizá-lo!