Guerra de Secessão - Questões de Vestibulares

1. (Uepb 2014) Na metade do século XIX, os Estados Unidos enfrentaram uma guerra civil. Tendo se tornado, no final do século XVIII, uma nação com um sistema democrático e federativo (baseado na separação dos poderes), e mesmo com o desenvolvimento econômico que experimentavam, os EUA sucumbiram à Guerra da Secessão, que matou cerca de 700 mil norte-americanos. Assinale a única alternativa INCORRETA. 
a) O motivo central da Secessão é o descompasso econômico e social entre as regiões Norte e Sul dos EUA. Enquanto o Norte se industrializava e era vetor de progresso da América do Norte, o Sul permanecia agrário, escravocrata, patriarcal e avesso ao liberalismo e ao capitalismo. 
b) Com o fim do conflito, o Sul, derrotado pelo Norte, foi ocupado militarmente até 1877. Arruinados pela escravidão e devastados pela guerra, os sulistas se recusavam a aceitar a derrota e alimentavam o mito da causa perdida se dedicando ao banditismo e a sociedades secretas como a Ku Klux Klan. 
c) A Secessão, ou cisão, agravou-se na medida em que, enquanto os estados do Norte queriam adotar tarifas protecionistas para seus produtos industrializados, os estados do Sul defendiam uma política de livre comércio para que pudessem exportar algodão para onde bem quisessem. 
d) Na metade do século XIX, o processo da independência dos EUA, iniciado em 1776, só havia sido concluído nos estados do Norte. Os estados do Sul, avessos à Declaração da Independência das treze colônias, se lançaram à guerra civil para voltarem a ser colônias da Inglaterra. 
e) A Guerra se tornou inevitável quando Abraham Lincoln tomou posse na presidência dos EUA e declarou estado de insurreição, já que sete estados sulistas haviam proclamado a dissolução da União. O fato se consumou quando tropas confederadas atacaram o Forte Sumter, na Carolina do Sul, um reduto político dos federalistas. 

2. (Fgv 2013) Entre 1861 e 1865, os Estados Unidos foram palco da chamada Guerra de Secessão.
A esse respeito é correto afirmar: 
a) O conflito teve início com a reação dos fazendeiros sulistas provocada pela abolição da escravidão, implementada pelo presidente republicano Abraham Lincoln. 
b) As diferentes estruturas socioeconômicas do Norte e do Sul e sua divergência com relação às tarifas de produtos importados estiveram entre as causas do conflito. 
c) A economia sulista estava baseada na produção familiar e voltada para o mercado interno, enquanto no Norte produziam-se artigos destinados ao mercado externo. 
d) A disputa entre o Norte e o Sul colocou frente a frente dois projetos políticos antagônicos, no que se refere à questão dos direitos trabalhistas e da livre organização sindical. 
e) O conflito serviu para encerrar a política de segregação racial vigente em diversos estados norte-americanos e para consolidar a inclusão social dos povos indígenas no país. 

3. (Uerj 2011) 
"O Progresso Americano"


A tela de John Gast simboliza a difusão de progressos materiais, como as ferrovias e o telégrafo, nos EUA, no decorrer do século XIX. 
Essas mudanças contribuíram para a conquista de novos territórios e foram justificadas pelo seguinte conjunto de ideias: 
a) Doutrina Monroe 
b) Política do Big Stick 
c) Política da Boa Vizinhança 
d) Doutrina do Destino Manifesto 

4. (Ufrgs 2013) Observe o mapa abaixo.
As afirmações abaixo estão relacionadas à Guerra da Secessão (1861-1865) e à situação político-eleitoral atual dos EUA.
I. O sistema eleitoral norte-americano desde o final da Guerra da Secessão, passou a utilizar o voto direto nas eleições presidenciais.
II. Alguns dos estados que votaram no candidato republicano fizeram parte dos Estados Confederados. 
III. Os estados que votaram no candidato democrata fizeram parte, na sua maioria, dos Estados da União. 

Quais estão corretas? 
a) Apenas I. 
b) Apenas II. 
c) Apenas III. 
d) Apenas l e ll. 
e) Apenas II e III. 

5. (Udesc 2013) O filme E o vento levou, de 1939, com direção de Victor Fleming, retrata um período da História dos Estados Unidos conhecido como a Guerra de Secessão (ou Guerra Civil Americana), ocorrida entre os anos de 1861 a 1865.
Analise as proposições sobre este período, e assinale (V) para verdadeira e (F) para falsa.
( ) Os estados que formavam os EUA estiveram envolvidos em uma sangrenta guerra (norte X sul) na qual estava em jogo, entre outros motivos, a oposição entre a utilização do trabalho livre e o trabalho escravo.
( ) Os sulistas defendiam o fim do trabalho escravo em todo o território dos EUA, e o movimento pela abolição dos escravos tornou-se maior durante a primeira metade do século XIX.
( ) O fim da escravidão nos EUA não significou igualdade de condições para as populações de ex-escravos e seus descendentes, uma vez que em muitos estados dos EUA foram criadas leis segregacionistas, como, por exemplo, a que separava negros de brancos em espaços públicos como ônibus, banheiros, bares e restaurantes.
( ) Além da divergência sobre a escravidão, outros temas que opunham os estados do Norte aos do Sul referiam-se às tarifas sobre importação, ao acesso a novas terras localizadas a oeste, à atuação do governo federal em relação ao sistema bancário e ao sistema de transportes.

Assinale a alternativa que contém a sequência correta, de cima para baixo. 
a) V – F – F – F 
b) F – F – F – V 
c) F – F – V – V 
d) V – F – F – V 
e) V – F – V – V

6. (Uerj 2010) 

A vitória de Barack Obama nas eleições presidenciais de 2008 foi revestida de grande significado. O mapa dos resultados finais do último pleito nacional norte-americano revela que a história do país continua afetando a sua geografia eleitoral. 
É possível associar cerca de metade dos estados onde Barack Obama foi derrotado em 2008 ao seguinte aspecto da história dos Estados Unidos: 
a) utilização da mão de obra escrava 
b) proibição da entrada de imigrantes 
c) implantação das primeiras unidades industriais 
d) consolidação das principais organizações sindicais 

7. (Uerj 2004) 
(KOSHIBA, L. & PEREIRA, D. M. F. Américas: uma introdução histórica. São Paulo: Atual, 1992.) 

O motivo que levou à assinatura do compromisso de Missouri, apresentado graficamente acima, está expresso em: 
a) controle do apoio do norte capitalista à luta abolicionista no sul 
b) defesa dos territórios escravocratas diante do expansionismo capitalista do norte 
c) ampliação do comércio entre o norte manufatureiro e o sul produtor de matérias-primas 
d) manutenção do equilíbrio de poder entre representantes congressistas escravistas e não-escravistas 

8. (Fgv 2005) As eleições presidenciais de 1860 nos Estados Unidos foram vencidas por Abraham Lincoln, nortista e líder do Partido Republicano. Nem todas as unidades da federação aceitaram o resultado eleitoral, e alguns estados sulistas criaram os Estados Confederados da América. Era o início da Guerra de Secessão, resultado das inúmeras divergências entre os estados do Norte e do Sul. Entre essas divergências, pode-se apontar 
a) a questão fundiária, na qual o Sul defendia o acesso à terra para negros libertos, e o Norte defendia o acesso apenas por meio da compra. 
b) a questão bancária, em que o Sul defendia a criação de um banco emissor nacional, e o Norte, a formação de bancos regionais e particulares. 
c) a proposta antagônica para a política alfandegária, em que o Norte defendia o protecionismo, enquanto o Sul apoiava o livre-cambismo. 
d) a questão da escravidão, na qual o Sul defendia a imediata abolição dessa instituição, e o Norte queria o fim gradual do escravismo. 
e) a defesa do Homestead Act pelo Norte e pelo Sul, apesar de que, na visão do Norte, essa lei só deveria atender aos homens recém-libertos da escravidão. 

9. (Ufmg 2005) Leia este trecho de documento: 
Odeio-a porque impede a nossa República de influenciar o mundo pelo exemplo da liberdade; oferece possibilidade aos inimigos das instituições livres de taxar-nos, com razão, de hipocrisia e faz com que os verdadeiros amigos da liberdade nos olhem com desconfiança. Mas, sobretudo, porque obriga tantos entre nós, realmente bons, a uma guerra aberta contra os princípios da liberdade civil. 
Discurso de Abraham Lincoln, em 1859. 
Nesse trecho de discurso, Abraham Lincoln, que seria eleito Presidente dos Estados Unidos no ano seguinte, faz referência 
a) à política de segregação racial existente nos estados do sul dos Estados Unidos, que gerou a formação de organismos voltados ao extermínio dos negros, à destruição de suas propriedades e a atentados constantes contra suas comunidades. 
b) à posição dos estados do sul de defesa intransigente de tarifas protecionistas, o que levava os Estados Unidos a comprometer a crença na liberdade de mercado, numa conjuntura de predomínio do capitalismo liberal. 
c) à questão da escravidão, que levou a uma guerra civil, nos Estados Unidos, entre o Norte, industrializado, e o Sul, que lutava para preservar a mão de obra escrava nas suas plantações de produtos para a exportação. 
d) à defesa, pelos imigrantes, do extermínio dos índios nas terras conquistadas a oeste, especialmente após a edição do "Homestead Act", visando ao desenvolvimento da agricultura e da pecuária naquelas áreas. 

10. (Espm 2005)
Um ex-líder do grupo Ku-Klux-Klan foi preso anteontem acusado de ter matado, há quarenta anos, três jovens no estado americano do Mississipi. O crime ficou famoso graças ao filme "Mississipi em Chamas", do diretor Alan Parker. Edgar Rey Killen, setenta e nove anos, foi apresentado ontem à Justiça e se declarou inocente. O caso foi reaberto em 1999. 
"Folha de São Paulo", 08/01/2005 .
A Ku-Klux-Klan surgiu ao final da Guerra de Secessão, como uma sociedade secreta. Aponte a alternativa que apresenta o tipo de atuação desenvolvida por essa sociedade secreta: 
a) Promoviam a intolerância contra os negros e contra os brancos que com eles simpatizavam. 
b) Lutavam para garantir a integração dos negros como homens livres, com direitos defendidos por lei. 
c) Nascida na cidade de Nashville, no sul dos Estados Unidos, foi extinta em 1915 tendo desaparecido definitivamente. 
d) A atuação dessa sociedade demonstra que a Guerra de Secessão sepultou qualquer tipo de intolerância nos Estados Unidos. 
e) A atuação dessa sociedade ficou sempre restrita ao sul dos Estados Unidos e limitada a ação contra os negros. 

11. (Ufv 2004)
"Os Estados Confederados podem adquirir novo território. [...] Em todos esses territórios, a instituição da escravidão negra, tal como ora existe nos Estados Confederados, será reconhecida e protegida pelo Congresso e pelo governo territorial; e os habitantes dos vários Estados Confederados e Territórios terão o direito de levar para esse território quaisquer escravos legalmente possuídos por eles em quaisquer Estados ou Territórios dos Estados Confederados [...]." 

("Constituição dos Estados Confederados da América", Art. IV, seção 3, 1861.) 
O texto acima reflete um dos pontos centrais de discórdia que geraram a Guerra Civil Americana. Esta guerra civil foi o resultado: 
a) da ação imperialista americana que, a partir da Doutrina Monroe, passou a intervir na América Latina. 
b) da luta entre os colonos e a Metrópole Inglesa, o que redundaria na independência dos Estados Unidos. 
c) da Grande Depressão, intensificando a pobreza e o desemprego nas grandes cidades americanas. 
d) da luta pelos direitos civis, particularmente dos negros, forçando uma reinterpretação da Constituição Americana. 
e) da oposição dos interesses dos Estados do Sul e do Norte em torno da questão da escravidão e da expansão para o Oeste. 

12. (Ufc 2003) Podemos definir o crescimento industrial inglês, como um processo longo e complexo, que se inicia com produção doméstica, com instrumentos simples e sem que a energia do vapor tenha contribuído muito. Mais tarde a situação se modifica com o surgimento de novas tecnologias. É característica desta segunda fase: 
a) o surgimento da fábrica, com meios de produção pertencentes a um empresário que utiliza trabalho assalariado. 
b) o trabalho em oficinas, com controle corporativo da produção manual e com meios de produção pertencentes a um capitalista. 
c) a utilização do trabalho assalariado de artesãos que dominam o processo produtivo. 
d) a propriedade coletiva dos meios de produção e estatização do comércio. 
e) o surgimento de cooperativas para a compra de matérias-primas e sua manufatura, utilizando trabalho assalariado. 

13. (Unesp 2000)
"A Ku-Klux-Klan foi organizada para segurança própria... o povo do Sul se sentia muito inseguro. Havia muitos nortistas vindos para cá (Sul), formando ligas por todo o país. Os negros estavam se tornando muito insolentes e o povo branco sulista de todo o estado de Tennessee estava bastante alarmado."
(ENTREVISTA DE NATHAN BEDFORD FORREST ao JORNAL DE CINCINNATI, Ohio, 1868.) 
A leitura deste depoimento, feito por um membro da Ku-Klux-Klan, permite entender que esta organização tinha por objetivo 
a) assegurar os direitos políticos da população branca, pelo voto censitário, eliminando as possibilidades de participação dos negros nas eleições. 
b) impedir a formação de ligas entre nortistas e negros, que propunham a reforma agrária nas terras do sul dos Estados Unidos. 
c) unir os brancos para manter seus privilégios e evitar que os negros, com apoio dos nortistas, tivessem direitos garantidos pelo governo. 
d) proteger os brancos das ameaças e massacres dos negros, que criavam empecilhos para o desenvolvimento econômico dos estados sulistas. 
e) evitar confrontos com os nortistas, que protegiam os negros quando estes atacavam propriedades rurais dos sulistas brancos. 

14. (Pucsp 1996)
"A Guerra Civil Norte-americana (1861-65) representou uma confissão de que o sistema político falhou, esgotou os seus recursos sem encontrar uma solução (para os conflitos políticos mais importantes entre as grandes regiões norte-americanas, a Norte e a Sul). Foi uma prova de que mesmo numa das democracias mais antigas, houve uma época em que somente a guerra podia superar os antagonismos políticos."
(Eisenberg, Peter Louis. GUERRA CIVIL AMERICANA. S. Paulo, Brasiliense, 1982.) 
Dentre os conflitos geradores dos antagonismos políticos referidos no texto está a 
a) manutenção, pela sociedade sulista, do regime de escravidão, o que impediria a ampliação do mercado interno para o escoamento da produção industrial nortista. 
b) opção do Norte pela produção agrícola em larga escala voltada para o mercado externo, o que chocava com a concorrência dos sulistas que tentavam a mesma estratégia. 
c) necessidade do Sul de conter a onda de imigração da população nortista para seus territórios, o que ocorria em função da maior oferta de trabalho e da possibilidade do exercício da livre-iniciativa. 
d) ameaça exercida pelos sulistas aos grandes latifundiários nortistas, o que se devia aos constantes movimentos em defesa da reforma agrária naquela região em que havia concentração da propriedade da terra. 
e) adesão dos trabalhadores sulistas ao movimento trabalhista internacional, o que ameaçava a estabilidade das relações trabalhistas praticadas na região norte. 

15. (Cesgranrio 1994) A expansão territorial dos Estados Unidos, ao longo do século XIX, caracterizou-se por um forte sentimento nacionalista. Sobre essa expansão podemos afirmar que: 
a) encerrou as divergências entre o Norte e o Sul, quanto à utilização da mão de obra escrava. 
b) retardou o crescimento demográfico da população norte-americana. 
c) priorizou a mineração em detrimento das atividades industriais e agrícolas. 
d) acarretou o fortalecimento político da representação nortista no Congresso Norte-Americano. 
e) impediu a emigração devido à política de defesa das fronteiras do país. 

16. (Fuvest 1990) Ao final da Guerra de Secessão, a constituição dos Estados Unidos sofreu a XIII Emenda, que aboliu a escravidão. Os brancos sulistas: 
a) abatidos, emigraram em massa, para não conviver com os negros em condições de igualdade política e social. 
b) inconformados com a concessão de direitos aos negros, desenvolveram a segregação racial e criaram sociedades secretas que os perseguiam. 
c) arruinados, tiveram suas terras submetidas a uma reforma agrária e distribuídas aos ex-escravos. 
d) desanimados, abandonaram a agricultura e voltaram-se para a indústria, a fim de se integrarem à prosperidade do capitalismo do norte. 
e) recuperados, substituíram as plantações de algodão por café, contratando seus ex-escravos como assalariados.
Compartilhe no Google Plus

Sobre Portal do Vestibulando

O objetivo do site é fornecer material didático a todas as pessoas que buscam ampliar seus conhecimentos, vestibulandos ou não. Assim, caso você precise de algum material específico, entre em contato conosco para que possamos disponibilizar.