Sociologia como Ciência


A sociologia objetiva compreender a sociedade a partir de um conjunto de conclusões coerentemente estruturadas sobre a realidade social. Ela busca uma abordagem científica da realidade. Dessa forma, a sociologia (como ciência) pretende explicar racionalmente os acontecimentos que têm suas origens na sociedade. 

Em outras palavras, a sociologia, como toda ciência, parte da observação sistemática de casos particulares para daí chegar à formulação de generalizações sobre a vida social. Portanto, a observação sistemática dos fatos da sociedade é uma condição sem a qual não há possibilidade de se produzir o conhecimento sociológico. 

Objeto de Estudo da Sociologia

O objeto de Estudo da sociologia são os problemas sociais. A sociologia surgiu da busca por soluções racionais, científicas, de acordo com a pretensão de Auguste Comte, para os problemas sociais provocados pela Revolução Industrial e pela decomposição da ordem social aristocrática na França do início do século XIX. 

O problema da falta de moradia urbana, por exemplo, pode ser considerado um problema social por ter consequências sociais. 

É importante salientar que a sociologia, por outro lado, não tem por escopo solucionar os problemas sociais, mas tão somente explicá-los, sobretudo as suas causas. Os problemas sociais são de interesse do sociólogo porque são fenômenos sociais possíveis de serem observados e compreendidos cientificamente. 

No entanto, a realidade que nos circunda é complexa. Nesse caso, para estudar os fenômenos sociais é necessário classificá-los, como assinalou René Descartes em sua obra Discurso do Método: “para compreender e resolver um problema é necessário, antes de mais nada, dividi-lo em tantas parcelas quantas pudessem ser e fossem exigidas”. 

Características da Sociologia: 

Objetividade: a sociedade deve ser observada objetivamente, de forma científica e analítica. A subjetividade pode não trazer consigo a verdade social, mas o “achismo” do analisador. 

Neutralidade: a sociologia, ao contrário de ética, por exemplo, não é valorativa e, portanto, não julga o que é bom ou mau na sociedade; nem é normativa, pois não dita normas para as relações sociais.
 
Transitoriedade: A sociologia não almeja explicar tudo o que ocorre na sociedade, mas apenas o que é de algum modo observável nas relações sociais. O que não é observável poderá vir a sê-lo no futuro. A ciência é um processo de pesquisa contínua e de ininterrupta reformulação de teorias. 


Compartilhe no Google Plus

Sobre Portal do Vestibulando

O objetivo do site é fornecer material didático a todas as pessoas que buscam ampliar seus conhecimentos, vestibulandos ou não. Assim, caso você precise de algum material específico, entre em contato conosco para que possamos disponibilizar.

0 comentários:

Postar um comentário