E aí, quais as vantagens e desvantagens da indústria cultural?


Pensar a indústria cultural como vantajosa, é dizer que a partir dela mesma e dos meios de comunicação de massa, uma parcela da população, que sempre esteve alheia a fontes de informações, passa a ter possibilidade de maior acesso a tais fontes informativas, o que contribui para uma maior informação do público.

Outro argumento é o fato de que, pela indústria cultural, os diferentes gostos e culturas poderiam ser vistos e encarados de maneira mais sensível e abrangente. Ou seja, os meios de comunicação poderiam estar trabalhando com a temática do multiculturalismo, aproximando os diferentes, culturalmente falando, e diminuindo os entraves causados por tais distinções e preconceitos culturais.

Mas nem tudo parece ser bom... 

O lado desvantajoso da indústria cultural é seu caráter coercitivo que se caracteriza na imposição à padronização, pondo em igual patamar todas as diferentes manifestações culturais, ou seja, vende uma imagem de “harmonia” de cultura única, descaracterizando as diferenças. 

Outro argumento é quanto à criação de uma falsa necessidade de consumo pelas propagandas, como já discutimos acima. Além de desestimular o público a pensar e refletir a respeito do que vê, uma vez que tudo é traduzido em forma de entretenimento, informação rápida e pronta, torna-se um meio de comunicação alienante, pois a maioria do público em geral que somente tem acesso às “informações-relâmpago” é geralmente passivo e não consegue refletir com clareza de detalhes sobre os acontecimentos sociais.

Portanto, devemos ter a consciência de que os produtos veiculados na mídia são, em sua maioria, criados por grupos poderosos e que visam a lucratividade. Essa linha de raciocínio nos leva a imaginar a necessidade de continuar com o processo da industrialização da cultura, porém, não se deve perder a noção da existência da dominação, ou seja, que há grupos que desejam manipular as massas a comprarem tudo o que vêem e a viverem da maneira que eles, os donos do capital, querem. 

A indústria cultural, com suas vantagens e desvantagens, pode ser caracterizada pela transformação da cultura em mercadoria, com produção em série e de baixo custo, para que todos possam ter acesso. É uma indústria como qualquer outra, que deseja o lucro e que trabalha para conquistar o seu cliente, vendendo imagens, seduzindo o seu público a ter necessidades que antes não tinham. 

Podemos nos posicionar frente à indústria cultural? A indústria cultural, característica da sociedade contemporânea, deve ser pensada quanto ao seu papel. Torna-se necessária uma reflexão sobre que valores culturais estão sendo veiculados na mídia e a quem eles servem. Uma atitude otimista quanto à cultura de massa pode existir, porém uma atitude crítica deve permear os processos de transmissão e assimilação das informações veiculadas.

Disponível em SEED


Compartilhe no Google Plus

Sobre Portal do Vestibulando

O objetivo do site é fornecer material didático a todas as pessoas que buscam ampliar seus conhecimentos, vestibulandos ou não. Assim, caso você precise de algum material específico, entre em contato conosco para que possamos disponibilizá-lo.

0 comentários:

Postar um comentário