Região geoeconômica da Amazônia ou Complexo Regional da Amazônia

Por Gesiel Oliveira

A região geoeconômica da Amazônia ou Complexo Regional da Amazônia é a maior do Brasil. Tem cerca de 5,1 milhões de quilômetros quadrados, o que corresponde a mais da metade da área territorial do Brasil (8.511.996 Km2)



Abrange nove estados da federação. Seis localizam-se totalmente na região: Roraima, Amazonas, Acre, Rondônia, Pará e Amapá. Três aí se localizam apenas parcialmente: Mato Grosso, Tocantins e Maranhão (veja a figura)

Vivem nessa vastíssima região cerca de 25 milhões de habitantes, que representam 7% da população total do Brasil. Em grande parte da região existem os chamados "vazios demográficos", pois a maior parte da população está localizada nas duas principais capitais da região.

As áreas mais povoadas, são em torno das capitais: Manaus, Belém, Macapá, Porto Velho e Rio Branco. Sendo que a área mais povoada é a de Belém, com 1.690 hab./km2. As maiores concentrações populacionais ocorrem ao longo dos vales dos rios, principalmente do Amazonas, do Araguaia e do Tocantins. Isso ocorre porque os rios amazônicos constituem a principal via de transporte nessa região A população procura se estabelecer em áreas onde há facilidade de transporte ou de comunicação e, nesse sentido, os rios assumem papel muito importante na exploração econômica do estado de Goiás (que em 1988 desmembrou e sua parte norte dando origem ao Estado do Tocantins), e da porção oeste do Estado do Maranhão (área conhecida como Amazônia maranhense) e da porção nordeste do Estado do Pará, até a cidade de Belém.

O estado mais populoso da Amazônia é o Pará. De cada 100 habitantes dessa região, 50 moram no estado do Pará e 20 no estado do Amazonas. O estado menos populoso é Roraima, com uma população que corresponde a 2% da. população total da Amazônia. A agropecuária é a principal atividade econômica, seguida do extrativismo vegetal e da exploração mineral.

Os estudos geológicos sobre a Amazônia realizados nos últimos vinte anos têm demonstrado a existência de imensos recursos minerais. Acredita-se que, dentro de alguns anos, o extrativismo mineral amazônico se tornará a atividade econômica de maior importância na região.

A Amazônia é, na realidade, um espaço geográfico pouco modificado. Grande parte dessa região ainda não sofreu intervenção do homem. A natureza aí se apresenta em toda a sua grandeza.

A Amazônia não é somente brasileira. A Amazônia abrange terras do Brasil (a Amazônia brasileira, que estamos estudando), das Guianas, do Suriname, da República da Guiana, da Venezuela, da Colômbia, do Equador, do Peru e da Bolívia. É uma imensa área, de quase 6,5 milhões de quilômetros quadrados. Para você ter ideia, a Amazônia sul-americana, como é chamada toda essa região, é quase do tamanho da Austrália (7,6 milhões de quilômetros quadrados) ou mais da metade da área total da Europa, que é de 10,5 milhões de quilômetros quadrados.

A Amazônia brasileira, também conhecida como Amazônia Legal, tem uma área de 4,8 milhões de quilômetros quadrados.
Compartilhe no Google Plus

Sobre Portal do Vestibulando

O objetivo do site é fornecer material didático a todas as pessoas que buscam ampliar seus conhecimentos, vestibulandos ou não. Assim, caso você precise de algum material específico, entre em contato conosco para que possamos disponibilizar.